domingo, 28 de novembro de 2010

Parabéns Fluminense! Tri-Campeão Brasileiro!

Um campeão sem brilho, mas limpo.

Sim, parabéns.
O cara lá de cima até agora demonstrou tamanha atenção neste nosso humilde campeonato, que sinceramente não acredito que justamente na última rodada, permitirá que o clube mais beneficiado da história dos campeonatos nacionais de todo o planeta saia campeão.
Mas um comentário acerca do campeão brasileiro de 2010 é necessário: a equipe não joga bem há mais de dez, quinze rodadas. O time está a quilômetros de distância da equipe de guerreiros do ano passado.
Venceu São Paulo e Palmeiras nessas duas últimas rodadas com ambas as equipes se recusando a jogar. E se a garra estranhamente não vem sendo grande, a qualidade também não. É só lembrar do jogo contra um Goiás virtualmente rebaixado, em casa há duas semanas. 
O campeão de 2010 não tem brilho e joga pro gasto, bem pro gasto mesmo há muito tempo.
Mas ao menos, não foi carregado nas costas por juízes, bandeiras, Ricardo Teixeira e etc...
Porque é bom que se lembre: o fechamento do Maracanã foi um golpe quase fatal às aspirações tricolores de ser campeão. Atitude claramente praticada para benefício do "oh que surpresa," Corínthians?!, poderia ter sido tomada sem mais prejuízos, dois meses depois.
Por essas e por outras, parabéns campeão!

 United States of Mooca
* Ainda farei uma tese sobre as semelhanças culturais(?) entre São Paulo e EUA, especialmente o provincianismo exacerbado. 
Seriam os paulistas, os americanos do nosso país? 
Ou os americanos seriam os paulistas do mundo?
A alienação do que acontece, e do que se pensa além de suas fronteiras, como sempre marca o comportamento da maioria dos paulistas. 
Veja a pergunta de um repórter à Muricy Ramalho, hoje após o jogo vencido pelo tricolor: Muricy, você acha que da mesma forma que em 2005 o título do Corínthians ficou maculado pelo erro(erro?) de Márcio Rezende de Freitas, o desse ano também ficará em função da "entrega" de São Paulo e Palmeiras?
A total falta de senso, ao ignorar a interminável lista de erros(?) a favor do virtual vice-campeão, prova mais uma vez que os limites do estado de São Paulo em relação ao resto do país, não estão exatamente nas divisas com Rio, Paraná, Minas e etc.
Estão nas mentes esquizofrenicamente limitadas e provincianas de seus habitantes.


"E depois quem tem vida fácil é p*&%$#@uta!" ou "Como é fácil ser jornalista esportivo"
* O que falar da lista dos melhores do campeonato divulgada na última sexta, baseada em sua maioria em votos de jornalistas esportivos?
É pra rir ou pra chorar?
O que fizeram Alex Silva e Miranda pra merecer estar entre os melhores zagueiros? 
Seu time foi campeão?
Ah já sei, compuseram a defesa menos vazada do campeonato novamente? (A defesa do São Paulo é a 14ª menos vazada entre os vinte times)
E Chicão, brilhou fazendo o quê?
É um dos artilheiros de sua equipe conforme foi anos atrás no Figueirense?
Não.
É um dos recordistas de roubadas de bola(PRINCIPAL FUNÇÃO DE UM JOGADOR DE MARCAÇÃO!) como Dedé e Manuel?
Não.
E Kléber do Inter?
Há anos vive de seus bons cruzamentos de suas temporadas no Corínthians e Santos.
Quantos gols recentes do Internacional, você meu amigo leitor, se recorda de ter sido auxiliado pelo lateral colorado?
É impressionante como o futebol é o único setor profissional no mundo, em que pessoas envolvidas nele, não precisam entender de... futebol!
Técnicos, presidentes de clube (de futebol!), gerentes de futebol, e o que mais assusta:  
Jornalistas esportivos!
É por essas e outras que você está acostumado a ler aqui nesse humilde espaço, que relembro frase de meu antigo chefe Felipe Cardoso, hoje comentarista da Rádio Globo: Futebol, é uma bênção!

 Bom é o Xandão...
* Voltando à alienação doentia dos jornalistas paulistas, Carlos Eduardo Lino apresentava o Arena na última sexta.
Ele, que é catarinense, mas vive em São Paulo soltou um "Oh, que surpresa" quando leu que Dedé era o indicado para melhor zagueiro e também para "Craque da galera".
O desconhecido Dedé, seu Lino, é o zagueiro com a melhor média de pontos do campeonato.
É também, o maior ladrão de bolas entre todos, eu disse, todos os zagueiros do campeonato brasileiro, Seu Lino.
Então se você Seu Lino, ou outro jornalista paulista como sempre muito bem informado do que acontece em todo o Brasil, me disser que outra característica é mais importante que esta numa posição cuja função primordial é defender, eu fecho este Blog, ok?
São jornalistas como esse, amiguinho que me lê, que colocaram Armero como um dos melhores laterais esquerdos do campeonato do ano passado.
Que elegeram Diego Souza como craque de uma competição em que ele, e seu clube, simplesmente não existiram nas últimas quinze rodadas.
Como diria Marisa Monte, "não é fácil..." Ô se não é...


Pra riba de moi?
* Mas falemos, ou teclemos, sobre otras cositas.
Não sei a quem Joel Santana e os dirigentes alvinegros tentaram enganar ao justificar os vários "perdões" ao tresloucado atacante Jóbson durante todo o campeonato, como chances do atleta engrenar em sua carreira.
É óbvio, claro e evidente que tais "chances" só foram dadas porque o jogador é de longe, o mais talentoso do time. 
Principalmente após a contusão de Maicosuel, com quem dividia a responsabilidade de decidir os jogos a favor da equipe, Jóbson se tornou absolutamente indispensável ao time.
Bastou o nível de seu futebol cair nas últimas rodadas, para o arsenal de "chances" a serem dadas, também acabar.


"Iniesta" segunda, Ele, que tem a "Xavi" da genialidade: Lionel Messi!!! 
* Pra terminar, não é feriado nesta segunda-feira, mas o fim de semana esportivo termina apenas amanhã às 20:00.
Barcelona e Real Madrid fazem o clássico mais bonito e agradável de se ver no mundo hoje.
Por ter Messi, melhor jogador disparado do planeta, pelas duas equipes serem recheadas de bons jogadores, e fundamentalmente, por produzirem um jogo de futebol, e não aquele frescobol freneticamente repetitivo que são os clássicos ingleses disputados naquelas apertadíssimas quadras de soçaite.
Quem vai ganhar?
Nem me interessa.
Só de poder ver mais uma vez Messi mostrando aos pouco exigentes fãs de Xavi e Iniesta o que é ser um craque, eu já fico feliz.


Ah, e parabéns Fluzão!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

"Andava pelado na chuva, trepava sem camisinha..."

"Cheiro de pneu queimado
carburador furado
coração dilacerado
quero meu negão do lado
cabelo penteado
no meu carro envenenado"

O BOPE informa: não há "negões do lado" para todo mundo! Se vira bacana...

A poetisa e sensitiva baiana colocou sua faixa de "Eu já sabia!" hoje em sua janela!
Se não deram ouvidos à ela, é uma outra questão.
Mas sejamos francos, dar ouvidos à Ivete Sangalo é quase tão assustador quanto ir visitar hoje a família de Adriano na Vila Cruzeiro.

Aliás, com seus amigos passando por situação tão difícil, com que cabeça irá enfrentar o Parma no Domingo?
Bom, com certeza não será com a minha, que ainda não foi decepada, alvejada por tiros de fuzil ou queimada dentro de uma van ou de um ônibus.
Mas falemos de futebol ora bolas!
Até porque morra quem morrer, queime quem queimar, daqui há três anos e meio tem a final da Copa por aqui, e dois anos depois, os maiores Jogos Olímpicos da história!
Viva o Rio de Janeiro!

Mas minha tentativa de levantar o astral é interrompida com a lembrança do novo penteado de Lúcio. Lembrança essa, que age sobre meu lado emocional tal qual um tiro de fuzil do Bope.



E se Lúcio tem agora em sua cabeça a forma capilar do apocalipse, Richarlyson também teve participação de destaque nos últimos acontecimentos que indicam que o fim do mundo está chegando.
No mesmo momento em que o atleta chamava o juiz de viado, Xuxa teria chamado uma moça de sapatão, Rogério Ceni haveria acusado um companheiro de arrogância e a turma do Arena Sportv teria dito que os caras da ESPN Brasil são bairristas.

Quer mais?

Então saiba o que disse Zico dia desses sobre sua passagem pelo Fla: "- Houve contratações, mas por dificuldades não tiveram rendimentos e resultados. Ganhar não é difícil, difícil é manter. Fiz o que achei que deveria fazer. Não deu para fazer o que eu queria no clube"
Se lembrarmos que recentemente o mesmo tinha admitido as muitas m$%¨*&@#erdas que havia feito, temos então uma clara indicação de retrocesso mental, característica recorrente em várias pessoas brilhantes nos últimos dias. Ah, e no Zico também, claro.

Sobre esse triste processo de retrocesso mental que acomete pessoas inteligentes do mundo do futebol e também ao Zico, repare na nova idiotice, ou melhor, teoria que algumas mentes desprovidas de clareza e noção estão proclamando:
Para se acabar com os jogos teoricamente entregues no campeonato brasileiro, a solução seria colocar os clássicos estaduais na última rodada.
Que maravilha não? 
Raciocine comigo e veja se não é brilhante: desperdice vários clássicos de enorme apelo na última rodada em que muito provavelmente apenas uma torcida terá interesse no jogo, se tiver. 
Esqueça que o referido problema aconteceu a partir da 35ª rodada deste ano, ou seja, você coloca os clássicos na última e f%$#@&*oda-se os da 35ª, 36ª e 37ª rodadas!
Não é sensacional?
Pessoas assim não deviam doar órgãos, e sim  se cadastrar na Ment of Boston University para que seus cérebros sejam enviados para estudos.    

Ainda acha que está tudo normal?

Então veja esta matéria proveniente do blog amigo Futebol Bonito:

A família mais “fodida” do futebol

"Ainda menos conhecido que o pai, Sandro Foda, aos 20 anos, começa a ganhar espaço no meio-campo do Sturm Graz, actual terceiro classificado da Liga austríaca, cujo treinador é o seu progenitor, o mítico Franco Foda, que chegou a defrontar o Benfica ao serviço do Bayer Leverkusen. Pena a Juventus ter aparecido no caminho do Sturm Graz no “play off” da Liga Europa e a equipa já ter sido eliminada, pois sempre seria possível ver os dois Fodas em Portugal, um a jogar e o outro a treinar, e os comentadores e relatadores a “inventarem” mil e uma maneiras para contornar os seus nomes."

Ps: Faltam apenas 756 dias para o encerramento de nossas transmissões, em 21 de Dezembro de 2012.
756 aliás, que faz o trajeto Senador Camará-Alvorada e até o fechamento deste post, ainda não teve nenhum ônibus queimado.

Amém. 

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Simon tem seu dia de Quico: "Não deu!"

 "Eu nunca vou te abandonar"


Faça como o Corínthians e o assinante do PFC: 
Compre o campeonato brasileiro!
* Nunca na história deste país houve um campeonato tão roubado. Em condições normais, após um jogo tão polêmico como o último contra o Cruzeiro, a arbitragem estaria minimamente pressionada a não favorecer o "time que tem que ganhar o campeonato". Mas quem viu o o jogo contra o Vitória ontem, se assustou. Três, nada menos que três favorecimentos claros ao Corínthians foram dados pelo suspeitíssimo Simon. 
Foram eles:
1º No pênalti marcado contra o time paulista, não foi dado cartão amarelo ao volante Ralf que cometeu a penalidade. Todos sabem, mão na bola é cartão amarelo, e como Ralf já tinha um, seria expulso.
Ah, só pra constar, na jogada seguinte num ataque do Corínthians, Egídio colocou a mão na bola.
Lógico, levou cartão amarelo.
2º Impedimento criminoso marcado contra o Vitória no segundo tempo que resultou num gol do time baiano. O atacante estava quase um metro atrás.
3º Um escândalo. Num lance pelo menos dez vezes mais gritante que o da semana passada, de Gil em Ronaldo, o goleiro Júlio César atropela o jogador do Vitória dentro da área. Nada marcado, bola pra frente, e para quem tinha dúvidas se o lance da semana passada seria marcado em situação inversa, esta aí a resposta.
Ah, o melhor de tudo, os três lances não tiveram a menor repercussão.
Para gerar discussão agora, só com amputação.

Segura que eu quero ver!!!
* Manchete da Globo.com: "Tite espera seriedade do Palmeiras e ainda confia: 'Vai ser pau até o final'"
Não sei não, acho que a recuperação de um certo "matador" irá surpreender à todos...

 De de deixar qualquer um rubro, mais uma página negra do Flamengo
* O Flamengo sábado, vivenciou um dos momentos mais tristes e patéticos de sua história. E o pior, ninguém percebeu.
Ao final da vitória contra o fraquíssimo time do Guarani, foi promovida uma comemoração extremamente empolgada de seus jogadores, com direito à ajoelhar-se no gramado, camisa tirada e jogada à torcida, e confraternização emocionada. Tudo isso compôs mais um capítulo negro na história rubro-negra.
E o pior: o amadorismo é tão grande, a falta de profissionalismo é tamanha, que ninguém se deu conta que o time não se livrou rigorosamente de coisa nenhuma, podendo inclusive terminar a próxima rodada na zona de rebaixamento.
Mas, esperar o quê de um clube que mesmo sendo o atual campeão brasileiro, premia seus jogadores por livrarem a equipe do rebaixamento?

"Senta aqui / Não tenha tanta pressa..."
* Ah, só pra constar: aos três minutos de jogo, logo no primeiro comentário após o gol de Renato, ele, sempre ele, Paulo César Vasconcelos mais uma vez bradou que o Flamengo não deveria "sentar na vantagem".
Amigos sinceros do comentarista deviam tomar uma atitude.
Tá ficando compulsivo já.

Aia? Uia!
* Ontem à noite, Rádio Tupi do Rio. Ao narrar o acontecido no jogo entre PSV e Ajax, em que o urugaio Suarez mordeu o adversário, o repórter evocou seus antepassados holandeses e chamou o adversário do PSV de "Aia"!
Esse merecia ser julgado na "Corte de Ajax".

"Os últimos passos de um homem"
* A assessoria dos "ECA", ex-craques em atividade informa:
Décima terceira rodada do campeonato italiano, Milan 1 x 0 Fiorentina.
Ronaldinho Gaúcho: entrou aos 41 do segundo tempo, fez cinco embaixadinhas com a bunda, oito com o pescoço e como você pode ver, foi decisivo para a vitória do Milan.

 Lógica bestial, ou de uma besta?
* O futebol está cheio de mentes brilhantes. Pessoas que crêem piamente que são muito acima da média e que vez por outra descobrem a pólvora.
Pois esses crânios privilegiados decidiram o seguinte: jogador que recebe pra ganhar, recebe pra perder.
Faz sentido, não faz? Não é quase a mesma coisa mesmo?
Ou seja, um jogador que correr mais para tentar vencer seu jogo motivado por uma grana extra de um outro time, aceitaria também dinheiro para entregar o mesmo jogo.
Não é genial?
Os jogadores do Flamengo, que como mencionei acima, receberão um "prêmio" de sua bondosa presidenta caso livrem o clube do Z4 definitivo, estão portanto, todos sob suspeita! Todos, sem exceção, podem analisar nesta semana propostas de Guarani, Avaí e outros, para entregar o jogo do Cruzeiro, no próximo domingo.
Aliás, eu diria que todos os jogadores da história estão sob suspeita, senão vejamos: quem nunca ouviu falar do "bicho" (valor pago em dinheiro, no vestiário, após vitória da equipe)? Se quem recebe pra ganhar, recebe pra perder, como ter certeza que num jogo "X" em que uma enorme zebra ocorreu, os jogadores não se venderam ao time adversário?
Há de se ter um saco de papai-noel para acompanhar sem se estressar todas as asneiras que se falam sobre futebol diariamente.
E olha, fique atento.
Se você ou sua esposa já deram um trocado para aquela senhorinha do ap. ao lado cuidar de seu filho durante uma horinha em que você teve que ir ao banco, cuide-se.
Essa mesma doce e senil mulher, pode esquartejar seu rebento caso alguém ofereça valor maior.
Ah comentaristas...

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Pleonasmos mil: Pérola de Galvão; Amnésia de Gaúcho; Fugas de Adriano; Ah, e o Luto na VM...

Só vou explicar uma vez, Galvão: um inicia, o outro já terminou faz tempo...


* Já dizia o sábio Apolinho, "não há nada mais chato que amistoso"!
E ontem não foi diferente, jogo modorrento, insosso, com milionários corretamente não querendo arriscar seu futuro próximo por absolutamente nada.
Mas como entretenimento, até que vale.
Ou não é esporrante ouvir Galvão Bueno repetir em profusão durante todo o jogo que todas as jogadas da Argentina começam com Mascherano? No dia que elas terminarem com ele, é que será notícia, meu doce cretino.

Amnésia de talento
* Uma coisa há de se aplaudir em Ronaldinho Gaúcho: persistência. Ninguém consegue tirar de sua cabeça a idéia de desmoralizar completamente uma velha frase feita futebolística: "jogar bola não se esquece".
Vizinhos do atleta em Milão, dizem inclusive que já presenciaram quedas de bicicleta do 80 do Milan em passeios pelo condomínio.

Chamem o General!
* Ainda sobre a seleção: depois de Felipão dar a braçadeira para Kléber no Palmeiras, impossível não se assustar com a indicação de Robinho para capitão da equipe nacional. É mais ou menos como indicar o Bolsonaro para Nobel da paz, Madre Tereza para capa da playboy ou Ângela Bismarchi para a ABL.

Paraparapapapapapapapa!
* Além do razoável Rafael Tolói e do ótimo Alex(ex-Inter) serem cogitados pelo Flu para 2011, o nome de Adriano começa a ser falado pela enésima vez na Gávea.
O nada saudoso ex-vice de futebol Marcos Bráz postou em sua página no facebook uma foto de Adriano ao lado de Vágner Love com os dizeres "Estou voltando", em referência ao imperador.
Tendo como base o momento dele na Roma, não duvido.
Tudo dependerá evidentemente do andamento das investigações.
Ops, perdão, das negociações.

Fez quantos gols mesmo?
* Ontem, no site do Extra: "Justiça revoga liminar que dava direito a pensão a Stefany Brito"
Transeuntes que passaram ontem pelas imediações da Rua Ceará no centro do Rio, dizem ter visto a moça inconsolável apoiada à uma amiga.

Acabou o Nitro, Fúria?
* Depois de darem duas sapatadas de 4 no lombo espanhol, Argentina e Portugal acabam por prestar um bem danado ao futebol mundial: colocam esta seleçãozinha bem chata e blasé no seu lugar devido.
E após se ajoelharem aos pés de Lionel, descansem em paz por um bom tempo, Xavi e Iniesta.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Corínthians, simples assim

Eis aí, a parte do cérebro dos árbitros brasileiros que é acionada nos casos de dúvida
 
Como diria Ivo Meireles naquela nada católica canção, "não é mole não".
Uma gripe de enormes proporções tomou conta do blogueiro desde sexta e perdura até agora.
Mas gastarei aqui o que resta de minhas energias.

Quem leu o último post, deve lembrar do primeiro tópico tratado, a volta atrás na punição ao Corínthians, que havia perdido um mando de campo.
Todo este assunto que envolve os benefícios ao time de São Paulo, pode ser resumido de forma muito rápida, mas não o é pela imprensa, por duas razões: primeiro porque não se pode provar;  segundo porque evidentemente assuntos polêmicos dão audiência.
E o resumo é o seguinte: o presidente da CBF tem atualmente uma relação íntima com o presidente do Corínthians. Isto é público. André Sanchez foi chefe da delegação brasileira na Copa da África. Se utilizou inclusive da posição para aliciar jogadores da seleção com a finalidade deles irem para seu clube. Mas voltando, como em qualquer relação no mundo do futebol, ou até fora dele, existem interesses de ambos os lados. Do lado da CBF, o apoio ao candidato dela à presidência do clube dos 13. A liberação sem mais problemas de Mano Menezes para a seleção brasileira. Do lado corinthiano, um fator pra lá de simples: todos saberem que o Corínthians é neste momento, o clube que tem a simpatia de Ricardo Teixeira. E apenas este fato, todos saberem disso(incluindo-se aí os árbitros, os bandeiras e etc), basta para que sempre, na dúvida a decisão seja pró-Corínthians. Não existe complô organizado. Não existe ordem do presidente da CBF para que o Corínthians seja campeão. É utópico imaginar isto sem ser descoberto de alguma forma.
O que existe sem dúvida alguma, é uma pressão psicológica para cima de todos os árbitros que apitam jogos do time paulista. Uma pressão silenciosa, abstrata, mas mais do que suficiente para beneficiar e muito o time de Ronaldo.
A questão do pênalti de sábado é mais um exemplo dessa linha tênue que fica entre o certo e o errado numa arbitragem pressionada. É um lance duvidoso. Fora da área seria marcado falta na maioria das vezes. Mas alguém acredita que se fosse a favor do Cruzeiro, o juiz marcaria?
E os três impedimentos inexistentes contra o Cruzeiro? O bandeira erraria tão feio contra o Corínthians?
Esse filme não é novo.
Nos três títulos do São Paulo, o clube foi beneficiado em vários jogos, mas ninguém imagina o Marco Aurélio Cunha chegando na sede da comissão de arbitragem com uma mala cheia de dólares. O tricolor paulista era à época, tido e havido pela imprensa como "O" clube, "O" exemplo. E aí um raciocínio lógico floresce na cabeça do árbitro: um erro contra este clube terá uma repercussão muito maior que um a favor.
E aí na dúvida amigo... 
A mesma razão aliás, serve para explicar o inverso. O porque de um clube grande como o Botafogo  ser disparado há anos, o clube mais prejudicado pelas arbitragens.
Porque simplesmente é o que tem a representatividade mais fraca perante à CBF.
Misture isto a campanhas fracas, e a falta de lembrança de alguém poderoso e influente ligado ao clube e nasce aí o patinho feio da história.
Simples assim.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

O "Toletinho" rubro-negro e outras para inglês ver

E da série "Me engana que eu gosto":



* "Timão recupera mando e poderá usar Pacaembu" na Globo.com
E eu jurando que o Corínthians, que disputa o título, seria prejudicado no fim do campeonato...


Deixou chegar...
* "Diretoria define premiação de R$ 15 mil para Flamengo ficar na Série A"
A premiação em caso de rebaixamento, dizem, está em torno dos R$ 5 mil.


Da testa pra baixo... 
* Quando estiver cansado das arbitragens calamitosas aqui do nosso pobre campeonato, dê uma olhadinha no campeonato inglês pra levantar o astral. A regra é assim: cartão amarelo é de amputação pra cima. Vermelho, só com atestado de óbito do jogador que sofreu a falta. Ah claro, se não sofrer de catalepsia.

* Mas existem outras coisas muito, digamos assim, curiosas nas transmissões das ESPNs do campeonato inglês.
Como não se horrorizar com o abraço mandado pelo Zeferino de Mossoró, torcedor do ARSENAL???
Gostaria de saber que tipo de atitude tramam neste caso, os "rÉgionalistas extremistas" nordestinos, que tanto enchem a paciência com faixas dizendo que quem torce para times de fora do estado são a vergonha do Nordeste.
Provavelmente estão à espreita das residências dos Zeferinos da vida, armados com foice e vestidos com uniforme do Íbis.

Aleluia!
* Ainda segundo a Globo.com, "Muller acerta para ser técnico no ano que vem"
As preleções do Imbituba de Santa Catarina, jamais serão as mesmas.


Campanha do Toletinho
 
* E aí rubro-negro, já deu sua ajuda para o Mengão tentar pagar os salários de quase R$ 1 milhão mensais de Deivid e Diogo?
Alguém que não tem "nenhuma" responsabilidade nesse verdadeiro estupro aos cofres rubro-negros, parece que já deu...
http://www.youtube.com/watch?v=m5PK_BsA5Nw

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Carta ao torcedor otário

Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2010.

Olá meu caro idiota.
Escrevo desta vez, não para simplesmente pedir pela enésima vez seu fácil dinheirinho.
Dinheiro que você nos dá, como um bom babaca que é, a cada seis meses quando modificamos uma vírgula na nossa outrora sagrada camisa. Ah meu bom babaca, obrigado por preferir dar R$ 160,00 para os nossos bolsos do que R$ 35,00 para os do camelô, aquele "ladrão". 
E fique tranquilo, sabemos perfeitamente o que fazemos com esse valor. No fundo, acho que você também sabe.
Obrigado sinceramente por pagar todo mês "módicos" R$ 52,90 para assistir os jogos do nosso clube pela televisão. Ou melhor ainda, por pagar, 30, 40, 50 reais por um lugar na arquibancada suja e mal conservada de nossos jogos, após entrar no estádio imprensado entre os cavalos da PM e o muro. Santo dinheirinho esse, que ao contrário do anterior, vai direto para o nosso bolso.
Ah meu doce e necessário Zé Mané, você que fica até 72 horas para comprar um ingresso para um jogo decisivo do nosso amado clube, mas que na hora "H" não consegue comprar porra nenhuma porque já negociamos a maioria deles com empresas de turismo. Você, saiba disso e nunca se esqueça, mora nos nossos corações.
E é por isso que viemos por meio desta, não pedir seu dinheiro. Queremos na verdade, mesmo já te tratando com imenso respeito e consideração, presentear você com uma oportunidade única e maravilhosa.
Vamos construir nosso centro de treinamento!
É verdade, que notícia sensacional, não?
Mas não é só isso.
Para que você, e todos os outros otários que nos dão dinheiro de todas as formas possíveis e imagináveis e recebem em troca uma combinação de nada com m... nenhuma, se sinta ainda mais intensamente nosso torcedor, vamos colocar em cada tijolinho desta construção, os vossos nomes.
Não é fantástico?
Nós, que já f$#@%¨* o clube, superfaturamos contratações medíocres, e que já pedimos para que você comprasse uma puseirinha vagabunda, que depositasse dinheiro em nossa conta e outras atitudes que mereceriam o "Nobel da Cara de Pau", agora queremos que você, isso VOCÊ, construa o nosso centro de treinamento.
Já que o clube é nosso, nada mais justo do que você construí-lo.
Portanto, compre já!
Por apenas R$250,00 você poderá dizer para todos os seus amigos, que foi mais um grande OTÁRIO a dar dinheiro para um bando de incompetentes que comandam seu clube há décadas, fazer a obrigação deles, ou seja, construir parte do nosso clube!
Não perca tempo! Você sabe, babaca no Brasil é o que mais tem.
Enquanto você lê esta cartinha, milhares, ou até milhões de babacas estão procurando saber como podem nos dar o dinheiro necessário para fazer o que é de nossa incumbência fazê-lo.
Um grande abraço!

Zezinho Canário - O presidente do torcedor otário!




sábado, 6 de novembro de 2010

Entrevista do Carvalho - Edição de 6 de Novembro de 2010 - JEFFERSON

A "Entrevista do Carvalho" de hoje é com o melhor goleiro em atividade no Brasil.
Jefferson de Oliveira Galvão, 27 anos, herói do título carioca deste ano do Botafogo me recebeu após o treino da última segunda, 1º de Novembro, em General Severiano.
E justamente em função da entrevista ter sido realizada na arquibancada do clube, a qualidade do áudio não está das melhores.
De qualquer forma, abaixo a entrevista com maior ídolo atual do Botafogo, eleito em enquete realizada pela comunidade "Botafogo Futebol e Regatas", do amigo Jordan.
Grande abraço.

video

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Inzaghi 2 x 2 Real Madrid e 33ª rodada

Ele continua te mostrando, mas você, quer enxergar?
 
* Bom jogo ontem em Milão.
Conforme previsto, em mais de 75% do tempo o Real Madrid foi bem melhor que o Milan. Mais qualidade técnica, fundamentalmente.
Quanto à Ronaldinho, nenhuma novidade. Jogou uma hora, e deu um bom passe pra Ibra que desperdiçou. No mais, rigorosamente nada. Aos quinze do segundo tempo foi substituído por Inzaghi, que é um caso raro no mundo. É fraquíssimo tecnicamente, está velho, mas tem uma estrela do tamanho do universo. Entrou quando seu time perdia por 1 a 0, virou pra 2 a 1, e só não venceu porque o Deus do futebol devia estar de olho no tamanho da injustiça e presenteou o Real no finalzinho com o gol de empate. 
Destaque para o "comentarista" Antero Greco da ESPN, uma espécie de palhaço Arrelia do SportCenter, que proferiu as seguintes pérolas durante o jogo:
"Gattuso não é um cabeça de bagre!"
"O meio de campo do Real Madrid é mais talentoso do que o do Milan." Esta dita com um ar de surpresa de quem descobriu a pólvora.
Pra terminar, ao ver Pato concluindo para o gol vazio um lance que o juiz já havia dado impedimento, disse que seria uma injustiça dar amarelo num um lance como aquele.
Destaque também para o péssimo, catastrófico, vergonhoso e anormal árbitro da partida, aliás o mesmo da carnificina que foi a final da Copa.

* Pelo brasileiro, o Flu deve agradecer pelo empate no sul, no qual o Inter foi bem superior.
O Botafogo jogou bem, venceu, e alimenta ainda esperanças de Libertadores. Título, só se o sargento Garcia prender o Zorro.
O Grêmio com uma garra de dar gosto, venceu o Goiás mas mesmo assim está há sete pontos da classificação para a Libertadores. Difícil.
O esquisito Santos deixou de ganhar mais um jogo fácil em casa. O Vitória por sua vez, respira e mostra que o "Chucky" Antônio Lopes ainda está em boa forma. Fez milagre no Avaí e faz bom trabalho agora em Salvador. 
O Galo parece que quer me dar razão em não acreditar em sua recuperação. Não vencer o lamentável Guarani num confronto direto que valia a oportunidade de ficar fora da zona, é desanimador, ainda mais após a triste derrota do último sábado.
O Corínthians... Bom, o Corínthians você já sabe, é o time que vem com um pênalti grátis. E além deste gol que consta do regulamento do campeonato, fez mais três e venceu o fraco Avaí.
E em Minas, o São Paulo jogou muito bem e o Cruzeiro muito mal, embora o pênalti a favor do tricolor tenha sido uma vergonha. Vitória justa e destaque para mais uma camisa horrorosa de Rogério Ceni que parece estar numa disputa consigo mesmo pela camisa mais feia de goleiro do mundo.
Bom, pra terminar o Flamengo jogou mal(Oh!!!) e empatou com o Ceará.
Hoje Vasco e Nômade Caipira, e Furacão e Palmeiras. 
Com o clima que reina em São Januário, a torcida vascaína que abra o olho. Cheiro de merlin no ar...
E o Furacão que vença e ponha o palhaço Felipão no seu lugar.

Inté mais...

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Bale, Gaúcho e Brasileirão

Como joga o Galês!

Descobrir um jogador hábil, veloz e talentoso no futebol inglês, excluindo-se os sul americanos é coisa raríssima.
Pois ontem quem acompanhou a excelente vitória do Tottenham sobre a Inter de Milão por 3 a 1, conseguiu o feito.
Se Gareth Bale, lateral esquerdo galês do time inglês jogar sempre como ontem, seria titular fácil da seleção brasileira. André Santos, Marcelo, ou qualquer outro convocável não chega nem perto do futebol jogado pelo jovem de 21 anos.
Destaque para a linda jogada que culmina no último gol do Tottenham, em que ele arranca no meio campo, dá um lindo drible da vaca em Lúcio e faz passe perfeito para o centro-avante marcar.
Ah, é bom que se diga que no primeiro jogo entre as duas equipes há poucas semanas, ele já havia feito os três gols de sua equipe na derrota por 4 a 3.
Gratíssima surpresa.

* Ainda sobre o jogo de ontem: por quanto tempo ainda algumas pessoas continuarão a  proclamar que o tímido Philippe Coutinho é craque?
Não dá continuidade à uma jogada, é desarmado com extrema facilidade mas tem um fã clube enorme.
É só reparar: toda jogada da Inter de Milão termina nele.
Eu hein...

* Hoje tem mais um provável jogaço pela Liga dos Campeões.
Milan, dos enganadores Ronaldinho Gáucho e Robinho enfrenta em casa o aparentemente equilibrado Real de Mourinho. Pelas equipes confirmadas pelo Globoesporte.com, é impossível não dar Real Madrid. Se lembrarmos que o técnico de um é o melhor do mundo e o do outro um ilustre desconhecido, piora ainda mais.
Mas, como futebol é futebol...
É aliás, mais uma chance imperdível para os míopes de plantão finalmente enxergarem que o falecido Gaúcho, hoje não passa de um mero síndico da ponta-esquerda.
Numa das duas ESPNs às 17:45.

* Pelo possante campeonato tupiniquim, 33ª rodada, a última de meio de semana.
Você que como eu, comprou o PPV por apenas R$ 26,45, terá às 19:30 o prazer esquizofrênico de tentar assistir pelo canal mosaico quatro jogos e ainda perder um. Isso porque algum débil-mental que teve a mãe possuída por um radialista, resolveu colocar metade da rodada no horário da sua Voz, da nossa Voz, da Voz do Brasil.
Enfim, há de se alargar o saquinho e cair dentro.
Os jogos do lamentável horário são: 
Goiás x Grêmio: Se ainda quiser sonhar com a terceira vaga, o time de Renato Gaúcho só pode aceitar a vitória. Já o Goiás do bom Jorginho, se vencer, ainda continua na zona de rebaixamento. Por tudo isso, deve dar bom jogo. Ah, prognóstico? Sei lá, em respeito à ótima fase de Jonas, Grêmio, vai...
Santos x Vitória: Você caro amigo, que como um doce e idiota blogueiro apostou todas suas fichas há algumas rodadas no Santos, que enfrentava o rebaixado nômade caipira, como diria Apolinho abra os dois olhos e feche o terceiro! É um dos três jogos mais disparatados da rodada e por isso mesmo sujeito à chuvas, trovoadas e sabe-se lá mais o quê. Mas como um raio não cai duas vezes no mesmo lugar... Santos e Neymar no Cartola!
Inter x Fluminense: Êta! Joguinho difícil pro líder em Porto Alegre. O irregular tricolor contra o Inter que segue escalando o time titular mas que já não vence há alguns jogos... Deve dar empate.
Botafogo x Atlético Goianiense: É aquele jogo que todo alvinegro morre de medo. Em casa, contra um time que briga pra não cair, e logo após a uma vitória épica contra o ascendente time do Galo em Minas.
Se vencer, o time pode até terminar a rodada à três pontos do líder. Cuidado Joel, muito cuidado. Mas pela lógica, Fogão.
Guarani x Atlético Mineiro: Clássico da Mimosa. Uma espécie de Bruna Surfistinha versus Julia Roberts em "Uma linda mulher". Ambos não querem saber mais da zona. Mas só quem vencer, conseguirá. Pelo time, pelo momento, pela tradição, Galo.
Corínthians x Avaí: Corínthians, o único time que já vem com um pênalti grátis, pega o Avaí que cismou que vai cair e ninguém vai impedir. Ainda por cima em casa, dá Timão.
Cruzeiro x São Paulo: Ao lado do jogo do Beira-Rio, tem tudo para ser o melhor da rodada. O Azul de Minas, na co-liderança, tem tudo para se isolar na mesma, levando-se em consideração o jogo do Flu. O tricolor paulista, precisa vencer para continuar sonhando com Libertadores. Deve ser um jogaço. Cruzeiro.
Ceará x Flamengo: Um, praticamente já assegurou a permanência na Série A, o outro, em 32 rodadas não jogou bem, bem mesmo, nenhuma partida. Empate. E lamba os beiços.

* Ah, cá estou eu quase terminando o post quando vejo a seguinte manchete na Globo.com: "Mano Menezes compara Ronaldinho a Renato Gaúcho em fim de carreira."
A gente já entendeu tudo Mano, mas de qualquer maneira, santa honestidade Batman...
BlogBlogs.Com.Br