domingo, 24 de abril de 2011

Videopost do Carvalho - Ronaldinho Gaúcho

Ronaldinho Gaúcho morreu e esqueceram de enterrar.
Veja no videopost, a "Opinião do Carvalho" sobre os três primeiros meses de nenhum futebol do ex-jogador no Flamengo.

video

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Cú de bêbado não tem dono?

Tem sim. O que não tem, é o do empresário dele.
 

Da série "Papai do Céu tá vendo..."
Depois de ser enfiado à fórceps por Ronaldo no "Fantástico" e no "Faustão" - coisa que a emissora não fez nem quando o jogador foi artilheiro e campeão nacional pelo clube de maior torcida do país - Adriano se arrebentou.
O apreciador de travestis não precisa mais ter pressa. Terá, a partir de agora, todo tempo do mundo para rodar com ele pela programação inteira.
Ah, em tempo: parabéns ao Pai de Santo do Flamengo.
E abraços ao Cabañas.

Há 21 anos, do outro lado do gramado
Adivinha quem recebeu o time do Horizonte, que enfrenta o Fla hoje no Engenhão, cheio de alegria?
Ele mesmo, Zico.
Os rubro-negros torcem para que ele tenha indicado Borja, Deivid, Jean, Diogo...

 Metendo o nariz, e que nariz, onde não é chamado
* Joel Santana disse em entrevista na última segunda que se ainda estivesse no comando, o Botafogo teria se classificado para a semifinal da Taça Rio.
Que Papai Joel é muito, mas muito melhor que Caio Jr., nem a mãe deste tem dúvida.
Mas ficou feio. 
Desnecessário.

Você já foi mais discreto
Parece que desta vez, a festa não foi no apê.



Tenha mais parcimônia quando for chamar alguém de imbecil.
A criatura acima tatuou o técnico de seu time, o Borussia Dortmund, porque o mesmo lidera o campeonato alemão.
Depois o cara entra numa escola atirando em criança e nego reclama...

 Da série "Deus não dá asa à cobra"
Notícia da Globo.com: "São Paulo terá feriadão com sol"
A mesma poderia perfeitamente preceder as seguintes outras notícias:
"Paulistas desembarcam em peso no Santos Dumont nesta quarta"
"Rio terá tempo ruim no feriadão"



sábado, 16 de abril de 2011

Entrevista do Carvalho - Edição de 16 de Abril de 2011 - ELIAS

 

Elias Ribeiro de Oliveira é um talentoso jogador que as torcidas de Bahia e Atlético Goianiense conhecem bem e com certeza tem saudades.
No primeiro, foi revelado em 2003, fez 110 jogos e marcou 30 gols. Nada mal para um meia.
No segundo, números ainda mais impressionantes, em duas temporadas, 41 gols em 101 partidas.
 Elias é um cara calmo, humilde, e bem ao estilo mineirinho - é de Santa Rita do Sapucaí - vem conseguindo vencer na profissão que escolheu.
Atualmente no Al Ain dos Emirados Árabes, vem marcando muitos e belíssimos gols.
Com vocês, uma das estrelas do "Cartola" 2010: Elias!

video


Opinião do Carvalho - Elias, você está há mais de dois meses no Al Ain dos Emirados Árabes. As informações que chegam até o Brasil sobre o futebol nos países asiáticos e no Oriente Médio, dão conta da fragilidade do futebol nesses países.
Isto é verdade? Treina-se realmente menos que aqui, ou é mito?
Elias: Isso é verdade, o futebol daqui é muito diferente do futebol brasileiro, os jogadores não são acostumados a treinar como nós brasileiros treinamos, mas o treinador aqui também é brasileiro, o Galo, claro que a gente não treina como aí, mas ele sempre procura dar um pouco mais de treino e tenta chegar o mais próximo possível dos treinamentos daí do Brasil.

OC - A sua adaptação dentro de campo vem sendo ótima, você vem jogando um belo futebol mantendo o bom ritmo que teve no Atlético Goianiense no ano passado. A adaptação fora de campo, também está sendo mais tranquila que o esperado?
Elias: Quando eu vim pra cá já sabia que seria muito difícil, porque aqui tudo é muito diferente, língua, cultura, mas o maior problema foi o que a minha esposa teve, porque quando a gente tem um problema no Brasil é bem mais fácil, sabe falar, conhece várias pessoas e aqui como não sei falar, não conhecia quase ninguém, foi muito difícil pra nós. Mas graças a Deus tudo foi resolvido.

OC - Você é bastante jovem tem 27 anos, e tem ainda seis meses de contrato a cumprir no Al Ain. Pretende continuar no clube, voltar ao Brasil ou espera uma chance de algum país da Europa?
Elias: Tenho mais seis meses, depois se eles me quiserem vão ter que me comprar. Olha não sou muito de pensar no futuro, meu pensamento é mais no presente, de fazer um bom trabalho aqui agora e depois que acabar não sei, ver se o clube vai me comprar, ou se não, voltar ao Brasil ou ir pra outro país, não sei, o que for melhor irá acontecer com fé em Deus.

OC - Por qual clube brasileiro você tem mais carinho? Porque?
Elias: Antes de ser jogador de futebol eu era muito fanático pelo Flamengo, mas depois quando você começa a jogar você esquece e passa a defender a camisa que você veste. Mas tenho carinho especial pelo Bahia, que foi o clube que me revelou, Atlético que tive uma passagem muito boa, e o São Paulo, que tive oportunidade de ficar dois anos nas divisões de base e é um clube que gosto bastante também.

OC - Existem atualmente poucos jogadores no futebol brasileiro com as suas características, canhoto habilidoso, criador de jogadas que também finaliza. Quais motivos, segundo você, levaram o futebol nacional a ter tão poucos jogadores talentosos no meio campo?
Elias: Olha, eu acho que existem muitos jogadores bons no futebol brasileiro, Bruno César, Douglas, Ganso, Alex do Fenerbahce, que é um jogador que eu admiro muito e que está muito tempo fora do futebol brasileiro.

OC - Existe um clube pelo qual você passou e gostaria de voltar a defender?
Elias: O Bahia, São Paulo e Atlético são times que eu gostaria de voltar a defender a camisa.

OC - Você já realizou o sonho da sua carreira? Se não, qual é?
Elias: O sonho da minha carreira é chegar à seleção, e isso ainda não realizei. Espero realizar um dia, sei que é difícil, mas vou trabalhar sempre pensando nisso.

OC - Qual é o gol da sua vida?
Elias: Tem dois gols que me marcaram bastante, um pelo Atlético contra o Avaí ano passado aí pelo brasileiro, e um que fiz aqui pelo Al Ain tem uns 15 dias, esses dois foram os mais bonitos que eu já fiz.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

CALA A BOCA, MURILO!

Como se já não bastasse o preconceito, há também a ignorância e a hipocrisia. 
 
 De Murilo, melhor jogador da Liga Mundial de Vôlei de 2010, sobre o caso "Michael":
"Não vejo o caso como homofobia"
Como se pode observar, imbecil tem em todo esporte.

 Não perca nem se a Viviane Araújo te ligar do Champions!
* Real Madrid e Barcelona.
Essa é uma das semi finais da Liga dos Campeões 2010/2011.
Nada do chatíssimo e frenético frescobol inglês ou do decadente futebol italiano.
De um lado Özil, Cristiano Ronaldo, Di Maria e o talvez, melhor treinador do mundo.
Do outro, Xavi, Daniel Alves, Piqué e o treinador que criou o melhor time do mundo. 
Tá legal, tem um tal de Messi também.
Falte ao trabalho, à escola, o que tiver marcado.
Dias 27 de Abril e três de Maio, têm tudo para ficar marcados na sua memória esportiva.
Ou se preferir, vá ver o cadavérico Gaúcho dando letras disléxicas, lançamentos para o adversário...

A Praça do Ó nunca mais foi a mesma...
* Ronaldo, o craque hipócrita que abandonou o futebol muito tempo depois deste ter lhe deixado, assediou de todas as formas possíveis e imagináveis P.H. Ganso, com a finalidade de levá-lo para sua empresa de marketing esportivo e consequentemente, para o seu clube de aluguel, o Corínthians.
Não conseguiu.
Eu tento imaginar o que estariam fazendo numa horas dessas, os débeis mentais que tem a coragem de chamar um cidadão desses de exemplo.
Devem provavelmente, estar limpando seus respectivos queixos, cheios de baba e pêlos.

No máximo um "cabeção de nêgo"!
* A diretoria do São Paulo chama a possível contratação de Diego Forlán como uma "bomba atômica".
Tenho até medo da reação destes diretores se um dia tiverem a oportunidade de contratar o craque de uma Copa do Mundo terminada seis meses antes, ou algum jogador eleito pelo menos duas vezes como melhor do mundo pela FIFA.

Mais um cliente de: Doni´s businessman
* Alguém viu o frango do Gomes ontem?
E o coitado do Fábio em BH implorando uma convocaçãozinha...
Ê empresário bom, sô!

A gente se vê por aqui. Sempre
* Tá lá no "imparcialíssimo" Lancenet: "Cade estende prazo para TV Globo explicar contratos com clubes"
 Na boa, alguém acredita que dia 22 de Maio, data do primeiro domingo de Brasileirão, o tal joguinho da TV não passará no canal19?

"Como jogar dinheiro fora" - Aula com o professor Rodrigo Caetano
* E o Vasco hein?
Sacudiu o Náutico em Recife, se classificou para as quartas de final da Copa do Brasil, e apenas cumprirá tabela no jogo de volta.
E o mais engraçado é que tudo isso acontece APESAR da principal contratação do ano, Diego Souza.
É impressionante, mas ainda tem gente que acredita nele.


segunda-feira, 11 de abril de 2011

"Puta mundo injusto, meu!"

A última da terra do Boça


 
O Corínthians autorizou o Adriano a beber uma cervejinha por semana.

Tradução: das 50 que ele vai tomar, "apenas" 49 serão irregulares.

A "Nota de três" do futebol brasileiro
* De Carlos Alberto, aquela piada que alguns acham que é um jogador de futebol: "Agora estou de corpo e alma no Grêmio".
Os mais crédulos gremistas torcem para que isso seja verdade, mas alguns maldosos dizem que a tal alma do jogador não dá as caras desde a passagem dele pelo Porto em 2004.

"Tô sem cérebro!"
* Muito comovente a comemoração do time do Flamengo após o segundo gol na partida contra o Botafogo.
Mais uma vez os jogadores, às gargalhadas, fizeram o suspeito trenzinho em alusão ao funk "Tô sem freio", desta vez com um bom humor diabólico.
Em tempo: em respeito aos mortos da chacina de três dias antes em Realengo, o time jogava de luto.
Aliás, jogava?
 
Merda na cabeça e homenagem na...
* "Fã tatua nome de Neymar em lugar incomum" é a manchete da globo.com de ontem.
O lugar em questão é o lábio.
Da boca.

E não é que o Grêmio escapou de boa?
* Ronaldinho Gaúcho esteve na Praça da Apoteose ontem, no show do amigo Tomate(?), após mais uma medíocre atuação pelo Flamengo.
E eu que achava que as coisas poderiam melhorar com o fim do carnaval... 

Um lixo chamado diário "Lance"
* Manchete de agora no site oficial do Timão, também conhecido como Lancenet: "Ganso diz sim para o Corínthians"
Anote, meu caro babaca: 12 de Abril de 2011.
E imaginar que o Lance já teve a pretensão de ser um meio de comunicação inovador e ético.

Pai Carlinhos de Xerém
* PC Gusmão na reestréia pelo Atlético de Goiás, perdeu para o Aparecidense.
Pelo jeito, Carlos Alberto pode não gostar de trabalhar, mas fazer um "trabalho" parece estar entre seus principais talentos.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Uma (sub?) raça chamada árbitro de futebol

Prazer em punir homens, ser rotineiramente peitado pelos mesmos, fugir sempre que é cercado por eles... Afinal, o que leva um sujeito a querer ser árbitro de futebol?

* Santos e Colo Colo na Vila, pela Libertadores.
O "humilde" Neymar faz (mais) um golaço, e ao comemorar, coloca uma máscara que tem ele mesmo como modelo.
Resultado: levou cartão amarelo e foi expulso, pois já havia levado outro anteriormente.
Jogo do São Paulo contra o Santa Cruz, pela Copa do Brasil.
O habilidoso Marcelucas tenta sair da marcação de três adversários, e cai ao ser atingido por trás.
Dagoberto, vem em sua defesa e empurra o adversário que cometeu a falta e daí em diante uma série de empurrões são dados.
Resultado: o jogador que fez a falta e também Marcelucas, o que levou a falta, são expulsos.
Os dois casos tem histórias diferentes, mas possuem algo em comum: o prejuízo ao bom jogador.
No caso de Neymar, um absurdo cartão amarelo que resulta na expulsão de um jogador que cometeu o grande crime de colocar uma máscara na comemoração de um gol!
É fundamental neste caso ressaltar que se trata de um jogo de Libertadores, e sempre, eu repito, SEMPRE que uma equipe brasileira, seja time ou seleção, enfrenta outra sul americana é prejudicada quando há dúvida.
E pior, em muitos casos em que não há questão duvidosa, também o é, como foi o caso.
Ou você imagina que se Martin Palermo fizer um gol na Bombonera e colocar uma máscara na comemoração, um árbitro terá a coragem de colocá-lo para fora?  

Na situação envolvendo Marcelucas, a prova da mediocridade da arbitragem brasileira, e de sua usual opção pela solução simples e distante da realidade.
É a enésima vez em que o árbitro, após uma confusão originada em uma falta violenta, opta por expulsar o atleta que fez a falta, ok, mas também o que a sofreu!
Ignora-se todos os outros que fizeram coisa muito mais grave que o próprio infrator inicial, como empurrar, dar tapa na cara, e mais uma série de outras agressões, que se fossem punidas de forma correta, acarretariam possivelmente o final da partida por ausência da quantidade mínima de atletas em campo, por uma, ou pelas duas equipes.

Cara de pau ilimitada
* Aliás, por falar em Neymarra, só um comentário sobre a ridícula propaganda da Nextel que ele estrela:
Ele diz: "O que importa não é a fama, não é o DINHEIRO!, não é a carreira, não é o poder. Você sabe quem eu sou."
Olha Neymar, eu posso saber, mas o cara de pau que bolou esse texto com certeza não sabe.

Froid explica
* Ronaldo, Adriano, Seedorf, Juan...
Qualquer dia o Andrés Sanchez lança a camisa rubro-negra do Corínthians.

Leonardo, o treinador Sprite
* Sábado, dois de Abril, Milan 3 x 0 Internazionale.
Terça-feira, cinco de Abril, Internazionale 2 x 5 Schalke.
Eu ainda vou viver para assistir o Giorgio Armani de treinador da Azurra.

Foda-se a Madonnina
* Em tempo.
Que o objetivo de um canal multinacional como a ESPN seja difundir ao máximo, por motivos comerciais, o futebol internacional aqui no Brasil, todos aceitam, e os idiotas, babacas, e péla-sacos de plantão, estão aí para ajudá-los na missão.
Mas tudo tem limite.
Tentar enfiar à fórceps a informação de que o tal jogo na Itália é chamado de "Derby della Madonnina", falando isso mais de 20 vezes durante a transmissão, como se todos os telespectadores estivessem assistindo ao jogo com a "Mama" no Bexiga, é ridículo.
Devem ser as mesmas pessoas que reclamam da subserviência brasileira no plano de segurança para o presidente americano em recente visita ao Brasil.   

E foi pena pra tudo que é lado...
* E o Grêmio Itinerante, ÚLTIMO colocado do "fortíssimo" Paulistinha, eliminou o Atlético Mineiro da Copa do Brasil.
E o pior é que nem um técnico escroto, arrogante e em declínio para mandar embora, o Galo tem.
Devem estar com saudades de VL.
BlogBlogs.Com.Br