sábado, 26 de fevereiro de 2011

"Opinião do Carvalho" - 6 meses

Seis meses.
Vinte entrevistas.
Cinquenta seguidores.
Nestes 180 dias, tudo foi maior do que o esperado.
O número de visitas, de entrevistas, de comentários.
Vem muito mais por aí.

 video

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Entrevista do Carvalho - Edição de 20 de Fevereiro de 2011 - MARCELO BUARQUE

Marcelo Buarque é o convidado de hoje da "Entrevista do Carvalho".
Atual treinador do Macaé, Marcelo é um ótimo papo. Não se furta por exemplo, em comentar situações absurdas de sua profissão como a quase esquizofrênica troca de técnicos nos clubes de futebol.
Com poucos anos de carreira, ele tem como principal feito até hoje ter "subido" o Duque de Caxias da Série "C" nacional para a "B", há alguns anos.
Acreditando muito na importância da boa e velha conversa com os jogadores, sem ignorar as diretrizes táticas do jogo, Marcelo é energia nova no, muitas vezes desgastado, rol de treinadores brasileiros.
Então, fala Marcelo! 


video

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

O Pokémon rubro-negro

Começou a evolução, Pokémon?
Os três primeiros jogos foram de chorar.
Pior até do que eu mesmo imaginava, e olha que eu não esperava lá muita coisa.
Ontem, um golzinho de cabeça e alguns passes bem furrequinhas, levando em consideração a sua capacidade.
Vejamos se tudo correrá dentro de uma certa lógica: até o carnaval, progresso lento, em razão das peripécias noturnas. Depois da festa da carne, evolução mais intensa, como os bons e velhos pokémons . 
Torço apenas para que não seja necessário que nenhum "Shellder" tenha que morder seu rabo para isso acontecer.

O Piqué que dá a ré
Anotem a manchete de amanhã no La Gazzetta dello Sport : "Com fortes dores de cabeça e um aperto no peito, Ibrahimovic está fora do jogo da Inter"


 Da série "Me engana que que eu a-do-ro"...
* É isso aí. 
Com o Ganso fechando o meio campo e o Luís Fabiano resolvendo lá na frente...

Kakakakakakaka!!!
* Aliás, por falar no craque brasileiro que não joga coisa nenhuma há mais de dois anos, veja o balão de ensaio mais estapafúrdio dos últimos tempos: "Chelsea pode oferecer Drogba e mais 30 milhões de euros por Kaká" 
Pode sim.
E repórter da Globo.com também pode analisar com o mínimo de malícia notícias inverossímeis claramente plantadas para valorizar alguém, antes de publicá-las.     

 "Tem gente que não bebe e está morrendo"
 * Fred não treinou nesta quinta-feira por estar com gastroenterite.
É isso que dá tomar um "suco de laranja" atrás do outro no Baixo Leblon...

 Ignorância encarnada
* A imbecilidade humana gera normalmente duas reações: até um certo ponto, o riso e depois de um determinado limite, a revolta.
Eu já ri um bocado com as grosserias de Genaro Gattuso, mas a graça acabou.
Ele não é um jogador de futebol. Ele não tem raça.
Ele tem problemas mentais, simples assim.

OFFutebol - Que pai(s) é esse???
Na boa, o prêmio dessa promoção "Faça a maior barbaridade com uma criança!" deve ser muito bom...

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Que é pra você não ver que o programado é você

Pobre do país que tem um exemplo desses
 
Idolatrar: Adorar, amar sem dúvidas, sem incertezas.

Eu tenho ojeriza a idolatrias.
Abomino qualquer relação em que uma das partes está em posição de submissão ou de inferioridade a outra.
Imaginar que alguém, que como você, evacua, acorda com um cheiro desagradável na boca, e virará pó, possa ser merecedora de tal sentimento, me desanima como ser humano. 
Mas a mediocridade e os complexos de inferioridades devem também ser respeitados.
Ronaldo abandonou a carreira.
O sistema Globo de comunicação, em especial, quer transformar isso em algo épico, histórico.
Não é.
Mas sabemos porque isso acontece.
Não tem duas semanas que Neto e Datena(veja quem é suficiente para dar lição de moral em Ronaldo) explicaram o porquê.
Porque Ronaldo é puxa-saco, coisa que Romário por exemplo, nunca foi.
Durante toda a carreira de Ronaldo, quiseram colocá-lo como exemplo de superação.
Se a mensagem a ser passada fosse apenas essa, ok, eu concordaria.
Mas queriam que você acreditasse, que Ronaldo era um exemplo de superação nacional, e que você deveria se sentir representado por isso.
Mentira.
Ronaldo superou o que resolveu superar porque ficaria ainda mais podre de rico do que já era.
Um adúltero não pode ser exemplo.
Um esportista que queira-se ou não, lamente-se ou não, é ídolo de crianças, não pode deixar a esposa em casa para procurar sexo com travestis.
Simplesmente não pode.
Ou seja digno e abra mão de ser exemplo. 
Diga que não quer, que é um homem como qualquer outro, que não quer tal fardo pra si.
Mas isso Ronaldo não fez.
E não fez porque afetaria sua conta bancária.
E não pode ser ídolo quem pensa na sua já abarrotada conta bancária, antes de uma legião de crianças que o imita desde de um ridículo corte de cabelo até sabe-se lá onde.
Não pode ser ídolo, exemplo, quem, num país de merda como o nosso, fudido como o nosso, faz uma festa de milhões de dólares para se casar.
É um tapa na cara, um cuspe no rosto de cada um que não tem sequer dignidade neste país.
É questão de escolha, ou faça a festa, ou seja ídolo.
Ele quis os dois. E aceitaram.
Não tem dois meses que Ronaldo "doou" 80 toneladas de mantimentos para os miseráveis da região serrana do Rio.
Todos sabem que não doou nada, não tirou um centavo do bolso.
E sendo este texto sobre Ronaldo, e não sobre os miseráveis de Friburgo e adjacências, cabe a pergunta, porque Ronaldo fez o que fez?
Será que sempre faz?
Será que fez por altruísmo?
Será que fez por ter um lapso de arrependimento por gastar com travestis e festas, o que muitas pessoas não ganharão na vida?
E o principal: porque comunicou o que fez???
Eu não gosto de idolatrias, mas reconheço sua existência.
Eu admito também que cada um faça o que quer, mas com um porém.
Um enorme porém.
Desde que não se coloque, ou não aceite que o coloquem num pedestal, como um exemplo, como um ídolo.
Mas Ronaldo sempre quis ter a fama de bom moço, de bonzinho, de bom garoto, e ao mesmo tempo fazer o que queria.
Nunca admitiu por exemplo, que procurou travestis e não prostitutas.
E como ídolo, como exemplo, o mínimo que teria que fazer era dizer a verdade.
Mas ele como sempre, quis ser ídolo mas não arcar com o preço de sê-lo.
Na Copa de 2006, chegou gordo, fora de forma, cagou e andou para você caro amigo que enchia o rabo de álcool e esperança, na expectativa de ganhar a Copa.
E nem pense em contra argumentar que Adriano também chegou gordo.
Não compare quem passou toda uma vida profissional se aliando ao "mais forte" para lucrar muito com isso, com alguém que nunca fez a menor questão de ser exemplo, e que por isso mesmo, sem dó nem piedade, é considerado por todos, a escória do mundo do futebol.
Ronaldo é um covarde.
Pessoas próximas a ele sabem o quanto a história dos travestis mexeu com ele, o afetou.
E quando chegou o momento de realizar o seu sonho, sonho este aliás que passou toda a carreira dizendo aos quatro ventos que faria de tudo para tornar real, no momento em que já treinava no clube de seu coração, Ronaldo fugiu.
Ou será que alguém em sã consciência acha que Ronaldo acordou corinthiano numa determinada manhã de Dezembro de 2008?
Ou ainda, que a proposta que Ronaldo recebeu do time paulista era tão excepcional que nenhum outro clube do país teria condições de chegar perto, e por isso sequer se deu ao trabalho de comunicá-la ao Flamengo, não pelo Flamengo, mas por ele, por seu sonho?
Ronaldo fugiu para a província.
Para onde há historicamente, o hábito de se abafar o que de ruím acontece em seus limites geográficos.
Foi para o clube que toda a mídia, e em especial o meio de comunicação que o adotou, tem um enorme "carinho". 
Ronaldo sabia que no Rio, a história seria diferente.
Sabia que a pressão seria grande, talvez insuportável, e que teria que ser homem o suficiente para encarar tudo isso de frente.
Entre o sonho e a fuga, vocês sabem pelo que Ronaldo optou.
Apenas a título de curiosidade, quantas vezes você leitor, viu algum órgão da mídia paulista citar o caso dos travestis, desde que Ronaldo chegou a São Paulo?
Ronaldo passou pela Holanda, Espanha e Itália, além do Brasil.
Vá a Barcelona e pergunte a um torcedor local se tem mais saudades de Ronaldo ou de Romário.
Vá a Madrid e pergunte sobre sua passagem por lá.
Em Milão, faça a mesma pergunta para a metade rubro-negra e a outra, azul e preta.
Eu sempre respondi a quem me dizia que os irmãos Gallagher eram uns "caras escrotos" e por isso não gostavam do Oasis, que eu curtia a música, o produto deles.
Infelizmente, essa justificativa não vale para alguém que por infortúnio de nossa sociedade, tem uma legião de fãs infantis pelo Brasil afora.
Despediu-se do futebol hoje portanto, alguém que não tem os requisitos básicos, não para ser um ídolo, mas para ser admirado como homem mesmo.
Alguém que age com promiscuidade, com covardia,com irresponsabilidade
Ronaldo, você já vai tarde.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Entrevista do Carvalho - Edição de 12 de Fevereiro de 2011 - FERNANDO PRASS

 
A "Entrevista do Carvalho" de hoje, que foi feita em parceria com o site NETVASCO, é com o goleiro que devolveu a segurança ao gol vascaíno.
Desde a saída de Fábio para o Cruzeiro, o clube de São Januário penou com goleiros vindos de clubes médios que não conseguiam se firmar.
Fernando Prass chegou praticamente desconhecido e mostrou serviço.
Hoje com 32 anos, e goleiro titular do Vasco pela terceira temporada consecutiva, Prass admite: só pensa em ganhar um grande título para a torcida, que está sedenta.
Fala "Muralha"!   


video 

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

O maior batedor de tambor do Brasil!

Bruno Senna mostra toda a tristeza que sentiu após o acidente de Kubica
 
 Vai secar assim na P...
* A Renault afirmou que não efetivará Bruno Senna no lugar de Kubica.
Dizem que diretores da equipe acham que o polonês mesmo com uma mão, é melhor do que o brasileiro com duas.
Alguém discorda?
Alguém?

Me engana que eu gosto - Capítulo 2
* E a atuação de Ronaldinho domingo, hein?
Assustador é pouco...

El Loco Carvalho
* Loco Abreu tem 31 gols em 52 jogos no Botafogo.
Tem a ótima média de 0,6 gols por jogo. 
E para quem acha que o centroavante uruguaio só é bom com a cabeça, anote: dos 31 gols, apenas nove foram desta forma.
Ah, parabéns ao excelente, extraordinário e fenomenal profissional que produziu o balanço da passagem do jogador pelo alvinegro.
Balanço este aliás, que estará em breve no site oficial do jogador: http://www.loco13abreu.com/ 

Alguém tem um lenço?
* Quem viu as fotos de Cristina Mortágua, mãe de um filho do ex-atacante Edmundo, presa após bater no filho e numa delegada, garante: a história não cheira nada bem.

muitodomaisoumenos
* A Globo.com informa: Palmeiras pode ter Valdívia e Lincoln no próximo jogo.
Torcedores alviverdes que leram a notícia, estão desde às 18:10 desta terça analisando se a notíca é boa ou ruím.

Seguindo os primeiros passos da presidenta
* Patrícia Amorim disse hoje que Petkovic pode vir a ser garoto propaganda do clube, até o fim de seu contrato em Dezembro.
Faria o mesmo que Washington esse ano no Fluminense, como embaixador do Tricolor.
Nada!

Teixeira para presidente da Conmebol
* Comentário do presidente do Cruzeiro, Zezé Perrela, sobre a eliminação vergonhosa do Timão na Libertadores: "Sem apito amigo, fica difícil"
Em tempo: um grande abraço para Sandro Meira Ricci, sempre ligado no "Opinião do Carvalho".

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Entrevista do Carvalho - Edição de 07 de Fevereiro de 2011 - GUSTAVO PENNA

A "Entrevista do Carvalho" deste sábado, ou melhor, desta segunda é com o ex-produtor da Rádio Brasil, hoje setorista do Vasco, Gustavo Penna.
Nesses quase seis meses de "Opinião", não seria exagero dizer que em muitos dias o nome do blog poderia ser complementado com  "e com a força do Penna".
Gustavo é um profissional dedicado, gentil e teve participação fundamental na produção de quase todas as entrevistas feitas até agora.
Agora como setorista, Gustavo vem sendo acusado de ter levado a "Zica" para São Januário.
Maldade, se assim fosse, o problema no áudio da entrevista com o Jefferson teria rolado em todas as outras...
Contando como é o trabalho de ser produtor de uma equipe esportiva e comparando com sua nova função, de setorista, a "Entrevista do Carvalho" de hoje é com Gustavo Penna.


video

sábado, 5 de fevereiro de 2011

As inúmeras faces da insegurança

Ok, marketing é necessário, mas o seu caráter lhe permite torcer por um cara desses?

Hoje de madrugada, tem o maior lutador do mundo, Anderson Silva contra o mais jovem lutador a ser campeão no UFC, Vítor Belfort.
Anderson tem 35 anos, é paulistano e é o esportista mais arrogante da história.
Vítor é carioca, tem 33 e formou dupla de zaga com Juan nas divisões de base do Flamengo.
Palpite: Anderson.
Torcida: Vítor!

Menos, bem menos mesmo...
* Os exageradíssimos elogios a Ronaldinho Gaúcho me deixaram uma dúvida:
ou eu assisti o Celsinho, ou eles viram um jogo do Barça de 2004.



Da série "Jogadores empresariados por Ciro Bottini"...
* Fluminense, Porto, Corínthians, Werder Bremen, São Paulo, Botafogo, Vasco e Grêmio.
Ou Carlos Alberto tem uma crucial parte de sua anatomia adocicada, ou é impressionante a quantidade de pessoas com cargos de decisão no mundo do futebol que não entende rigorosamente nada do assunto.


E inicia-se mais uma contagem regressiva...
* Ricardo Gomes no Vasco?
Se a Eminência parda do futebol do Flamengo é o tricolor esposo de Patrícia Amorim, e se a gerência de futebol do Botafogo está a cargo de um rubro-negro, acho melhor a torcida do Vasco começar imediatamente uma caça às bruxas sobre o histórico clubístico dos funcionários do alto escalão do futebol cruzmaltino.

É só doar mais 80 toneladas...
* E o "Nota de Três" diz que não vai dar o gostinho aos torcedores alvinegros que o xingaram e afirmou que vai continuar jogando.
Mal sabe ele o gostinho que dessa forma dá a muitos outros torcedores...


O Ombudsman está de folga
* Se eu fosse a torcida do Botafogo, me preocuparia com o REENCONTRO do Mago com a bola.

E se eu fosse editor da globo.com, com o nível de meus funcionários.


Uzbequistão / Morumbi, com conexão em Mogi
* Ok, um belo gol. 
Mas além disso 17 ovinhos, 35 balõezinhos pra trás...
Hum... já vi esse filme.
Aliás, estava em cartaz em Milão até outro dia e entrou no circuito carioca nesta semana.


E isto é uma ameaça, ó pá? 
* Na despedida do Sporting, Liédson com 33 anos, afirma "Isso não é um adeus, é um até breve"
O Master do Sporting para 2015 promete...


O ex-melhor do mundo num dos menores estádios do mundo
* Flamengo e Boavista com Ronaldinho e cia num estádio para nove mil pessoas?
Depois a tragédia acontece e se surpreendem.


quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Que Ronaldinho Gaúcho terá o Fla?

Não há dúvidas, o Ronaldinho que estréia hoje, é o do Milan. É?
 
Pois bem, chegou a hora.
Em alguns minutos, Ronaldinho Gaúcho estreará pelo Flamengo.
Ronaldinho é o maior jogador que vi atuar.
No auge, nem Messi, nem Zidane o superaram.
Mas o futebol jogado por ele que me fez ter esta opinião, não existe mais. 
Há pelo menos cinco anos, Ronaldinho simplesmente não consegue fazer o que fazia.
As razões, ou melhor, a razão é elementar: seu preparo físico não permite.
Assim como outros grandes craques recentes do futebol brasileiro, Ronaldinho deixou de ser um atleta, e a consequência seria inevitável.
Nos últimos anos pelo Milan, Gaúcho no máximo foi um bom coadjuvante, e mesmo assim o era em jogos mais fáceis contra "Livornos" da vida. 
Em seus piores momentos, errava tudo, tentava inúmeros lançamentos, todos com muita elegância, aliás a mesma dos bons tempos. A diferença, fundamental, é que nenhum chegava até seu destino intencional, os pés de um companheiro, eram todos infrutíferos.
Em 2009, Adriano venceu um Campeonato Brasileiro com Petkovic.
No mesmo ano, Ronaldo venceu uma Copa do Brasil e um paulista, com um pouco menos de importância até que Adriano, em função da qualidade maior do elenco corinthiano à época.
Em termos de idade, Adriano voltou ao Fla com 27 anos e Ronaldo chegou ao Corínthians com 32.
Ronaldinho fará 31 daqui há um mês. A idade não é problema.
Problema, há cinco anos, é a parte física. Não se encontram muitas histórias de superação vencedoras como as que Ronaldo Fenômeno tem em seu currículo.
O Gaúcho, de 2006 pra cá, não teve nenhuma. 
A curva segue em sua tendência de queda sem mudanças de rota.
O que eu espero de Ronaldinho, é o que vi de Ronaldinho nos últimos dois anos.
Muitos erros, e alguns acertos em jogos mais fáceis.
Qualquer coisa diferente disso, será parte de uma história de superação que o craque jamais escreveu.
E só poderá ser atribuída à uma rara motivação proveniente de um jogador que é capaz de falar as seguintes palavras: 
"Esqueçam tudo o que vocês leram nos jornais sobre minha preferência pelo Grêmio. Eu sempre quis o Flamengo, sempre falei que minha carreira não seria completa se eu não jogasse aqui. E sabem por quê? Por causa de vocês (torcedores). Vários jogadores que vocês nem imaginam sonham jogar aqui. Estamos juntos. Vou retribuir tudo isso em campo."
Que ele prove que estou errado.
BlogBlogs.Com.Br