sábado, 30 de outubro de 2010

Entrevista do Carvalho - Edição de 30 de Outubro de 2010 - RAFAEL MARQUES

Rafael Marques, repórter da Rádio Globo do Rio, é o convidado da "Entrevista do Carvalho" de hoje.
Ele simboliza e é um grande expoente da nova geração do rádio esportivo carioca e brasileiro.
Este é talvez o melhor depoimento dado até agora aqui no "Opinião".
Se você adora rádio, não perca.
Se não gosta muito, assista também.
Ele mudou. E para melhor.


video


video


Parte especial em que Rafael fala de sua relação com o time do coração, Vasco da Gama, e do momento do clube.

video

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Convocação, Entrevista do Carvalho, PC Vasconcelos e Felipão

Para o futuro Mano, para o futuro...
 
* E o Mano chamou o Ronaldinho Gaúcho.
Disse que a posição está carente, tentando justificar a convocação.
Não há muito o que falar, além do que já falei. Na primeira etapa de sua passagem pela seleção, em que faz uma grande reformulação no grupo, ele recorre à um jogador que sequer foi à última Copa há apenas quatro meses e que não joga um grande futebol há mais de quatro anos.
Enfim, sejamos práticos. Mano levou, porque mandaram levar. Simples assim.

* Ainda a convocação, Neymar voltou a ser convocado. E para mostra à todos que o treinador acertou o chamando de volta, saiu no tapa com um companheiro.
O mínimo que um treinador que honrasse as calças e o cargo de treinador, ainda mais de seleção, poderia fazer depois do episódio Dorival Jr., era dar "férias" até o ano que vem para o jovem acéfalo pensar(?) sobre suas atitudes que culminaram inclusive com a demissão do técnico do clube em que joga.
Mas no dos outros, é refresco, né Mano?

* André Santos, Jucilei, Elias, Douglas...
Parece que Mano Menezes ainda continua muito "fiel" à seu passado...

* Amanhã tem Rafael Marques na "Entrevista do Carvalho" da semana.
O excelente repórter da Rádio Globo, faz até uma revelação: sonha fazer parte de uma administração do Vasco um dia.
Imperdível.

* Paulo César Vasconcelos, "o comentarista que senta na vantagem", comentou no último sábado Botafogo e Vitória. Ou seja, pérolas brotaram.
Ao tentar dizer que o Vitória está ameaçado pelo rebaixamento há muitas rodadas, soltou essa: "o Vitória vem enviando mensagens eletrônicas para a zona de rebaixamento."
Se pode complicar, vai simplificar porque, ora bolas?!
Já na quinta-feira, caprichou: "o Grêmio melhorou porque se movimentou!"
Deve ser revolucionário um time jogando mal sem se movimentar...

* E Felipão, que no fim de semana já havia sido mal educado com um repórter, repetiu a dose ontem.
Enquanto a imprensa paulista continuar se comportando de forma subalterna e achando graça desse tipo de atitude, imbecis como esse continuarão fazendo o que bem entendem.
E será que alguém já esqueceu o que acontece com as antas milionárias do mundo do futebol quando não são freadas? Talvez o nome "Penitenciária Nelson Hungria" refresque algumas memórias...

 

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Curtas e Grossas - 27 de Outubro

E não esqueça, como diz a GNT, "Você é o que você come!"
 
* "Hotel no Rio recusa reserva de travestis" diz a notícia da Globo.com de hoje, sobre a tentativa de hospedagem no hotel em que está o Corínthians, organizada por torcedores rubro-negros.
E assim, a montanha voltou para a Praça do Ó, e Maomé dormiu tristinho.

* Outra da Globo.com, diz que Leandro Amaral rescindiu em comum acordo com o Fla.
Agora só falta os outros pintinhos, Borja, Diogo, Deivid, Val Baiano...

* Em resposta ao leitor e amigo, ou melhor, amigo e leitor Rodolfo, falha nossa mesmo. Em função do jogo do Botafogo ter sido no sábado, não houve comentário em relação à vitória do esforçado time alvinegro.
Como disse aqui no dia em que Maicosuel se machucou, Libertadores para o Fogão era quase impossível.
Voltando a haver quatro vagas, caso um brasileiro não vença a Sulamericana, aí as chances, como a própria tabela hoje mostra, são reais. O problema como eu também já mencionei, é após fazer uma bela campanha e ficar em quarto, quinto ou sexto lugar, ter que torcer por um Tolima da vida, para confirmar a vaga.
De qualquer maneira, desde a primeira passagem de Cuca pelo clube, o Botafogo é sem dúvida alguma a equipe que joga de forma mais séria as suas partidas, sempre. Você percebe isso desde uma comemoração do Alessandro por chegar na frente do atacante e conseguir botar a bola pra fora, até a reação de toda a equipe apaludindo Lúcio Flávio quando foi substituído em meio à vaias no último jogo.
O Botafogo é a prova viva de que um bom ou um mal trabalho na ponta de cima da pirâmide inevitavelmente atinge a parte final do processo, que são os jogadores.

* A fuga, ops, perdão, a contratação de Adriano pela Roma segue perfeitamente o script que até o mais desatento torcedor imaginaria.
Um clube de ponta europeu contratar Adriano após a forma como saiu da Inter ano passado, e após o patético primeiro semestre que ele fez esse ano no Flamengo, seria muito estranho.
Mas se esse clube realmente existisse, e existe, teria obrigatoriamente que ser a Roma, clube que até pouco tempo atrás tinha como os três goleiros de seu elenco, Doni, Júlio Sérgio e Arthur.
Todos brasileiros. Todos fracos.
Como diria Luiz Caldas, "Haja amor"(pelos brasileiros).

* E a pré-lista dos candidatos à melhor jogador do mundo de 2010 já saiu.
Com a novidade de que esse ano os prêmios da France Football e da Fifa serão unificados.
O problema, aliás "os", são os principais candidatos ao prêmio, Xavi e Iniesta.
Quando tiver muita, mas  muita paciência, farei um texto só em "homenagem" à esses dois "craques" maravilhosos, de futebol revolucionário e que a cada final de semana nos encantam nas transmissões dos jogos do Barcelona. Ah, claro, essa parte final da frase acima copiei de um texto que falava do Messi, é óbvio.


* E hoje à noite, Flamengo e Corínthians abrem a 32ª rodada do brasileirão.
O time paulista é evidente melhor, mas pelo fato de jogar fora e pela postura que adotou no clássico contra o Palmeiras - tendo uma equipe muito melhor se acovardou após o gol e se enfurnou na defesa - o jogo tende a ser equilibrado. Já o Flamengo, é só uma certeza: ganhando, perdendo, ou empatando, vai jogar mal.

domingo, 24 de outubro de 2010

Cadê a lógica que estava aqui? - Balanço da rodada 31

Obina papou a lógica, a Raposa, e tirou o Galo do abismo
Segue a esquizofrenia no campeonato brasileiro.
Um dos melhores times do campeonato perde do lanterna e virtual rebaixado dentro da própria casa, o líder é praticamente goleado pelo rival que está na zona do rebaixamento, enfim, quem se assustou com a irregularidade dos principais candidatos ao título na reta final do ano passado, deve estar ainda mais boquiaberto esse ano.

Num jogo de resultado até certo ponto previsível, o Corínthians venceu o fraco Palmeiras por 1 x 0.
O placar poderia ter sido mais elástico, não fosse a postura do terceiro lugar principalmente no segundo tempo, quando permitiu que o limitado time palmeirense desse as cartas.
Destaques:
- para a absurda nomeação de Kléber para capitão do time de Felipão. É equivalente a nomear o Bolsonaro para dialogar com uma ONG de direitos humanos.
- para a cada vez mais pseudo-engraçada narração de Mílton Leite. Ok, dos bairristas da Paulicéia ele talvez seja um dos mais sãos, mas tá demais. Jogo bom é para narrador bom, palhaçada é pro Sílvio Luiz em transmissão dos masters do Luciano do Valle.
E o pior, as tentativas de fazer graça são infrutíferas.
- talvez seja algo até repetido, mas impossível não citar a semelhança física absurda entre Ronaldo e o saudoso Bussunda. É a vida real imitando a arte novamente. 
Por falar no frequentador assíduo da Praça do Ó, reafirmo que não o admiro como pessoa, mas é de impressionar ver um cara com a complexão física que ele tem atualmente conseguir arrancar com a bola e ainda produzir uma boa jogada que seja. É muito, mas muito acima da média.
- Lincoln, meia medíocre e símbolo desse triste Palmeiras atual, não custa lembrar, foi há pouco tempo atrás eleito o melhor jogador do campeonato alemão. Lembre-se disso quando for desmerecer o nível do campeonato daqui citando qualquer um da Europa como exemplo de qualidade.

Flamengo e Vasco fizeram um jogo ruim, muito ruim mesmo. Dois times fracos, com a diferença que o segundo tinha uma disposição bem maior. No primeiro tempo inclusive, foi levemente superior ao rival, talvez justamente por isso, e pela grotesca quantidade de passes errados do Flamengo, o que é não é novidade.
No segundo tempo, a expulsão de Dedé acabou por prejudicar definitivamente o Vasco, que se perdeu emocionalmente e simplesmente parou de jogar. Sorte dele que do outro lado havia um time modorrento, preguiçoso, jogando como se fosse líder do campeonato com mais de dez pontos de diferença pro segundo colocado, e não uma equipe que está apenas quatro pontos acima da zona do mal.
Destaque para a afetadíssima e inexplicável reação dos vascaínos em relação à tal expulsão, que foi correta, diga-se de passagem.
Se as reclamações fossem apenas sobre a forma como o árbitro tratou os vascaínos em campo, seria outra história, mas chorar sobre o cartão vermelho do bom zagueiro vascaíno é inaceitável.
A coletiva de PC depois do jogo lembrou o patético episódio do chororô botafoguense de anos atrás.
Felipe inclusive, deveria ter ido junto com Dedé, pela reclamação - quase agressão - e pela cotovelada no lance seguinte.
Aliás, ele que prometia ser o grande diferencial entre as duas equipes, ficou devendo. Foi notado mais pelos atos acima descritos do que pela qualidade técnica.
Com relação ao Flamengo, Pet acabou. Simples assim. 
Renato Abreu é que nem dono de motel, ganha a vida com suor dos outros.
E só pra terminar, ouvi o pronunciamento de Rodrigo Caetano, diretor do Vasco após o jogo, sobre o "roubo avassalador" que ele enxergou na partida, em benefício é claro, do Flamengo.
Entre ene teorias conspiratórias, citou de quebra um jogo do campeonato carioca como mais uma prova de que segundo ele, o Flamengo é o grande beneficiado das arbitragens cariocas.
Se ele acompanhasse o futebol daqui na década de noventa, era capaz de chamar a CIA.

O Flu arrancou um empate importante com o Furacão na Baixada, no fim do jogo. 
Que aliás, foi bom para o tricolor, até pelas circunstâncias, mas foi péssimo para os donos da casa.

O irregular São Paulo que muitos acreditavam que tinha iniciado uma reação meteórica, perdeu pro Ceará que praticamente se consolida na primeira divisão em 2011.

O líder Cruzeiro foi o melhor exemplo de mais uma rodada com resultados estranhíssimos. Levou de quatro do Galo, e só deixou menos feia a derrota nos quinze minutos finais. Azar de quem colocou Fábio no Cartola.

E se o líder proporcionou um espetáculo pra lá de surpreendente, o que falar do Santos, quarto lugar e derrotado na Vila pelo nômade caipira por 3 a 2?
Esquisito...

No Grenal, mole do Grêmio, que se vencesse, seria o quarto lugar do campeonato.
Com relação ao Inter, matematicamente está na briga, mas pelo que dizem, nas próximas rodadas começará a poupar a equipe para o Mundial, que só ocorre em Dezembro.
Atitude triste, pequena, terceiro-mundista até mesmo, mas enquanto a torcida não demonstrar a sua insatisfação, será assim sempre.
Clube que ganha a Libertadores, abandona o Brasileirão mesmo com totais chances de vitória.  

Bom, é isso. O Goiás venceu o Avaí, mas isso não interessa a quase ninguém mesmo.

Inté.

sábado, 23 de outubro de 2010

Curtas e Grossas - 23 de Outubro

 
 
Tentei, juro que tentei assistir Chelsea e um time impronunciável, mas não deu. Campeonato inglês é muito chato, muito mesmo. Aquela frase que o Jô usa para definir o futebol alemão cai como uma luva para o inglês. É muito parecido com futebol, você quase confunde mas não é futebol. Os campos são minúsculos, o ritmo velocíssimo, o que acaba tornando os jogos praticamente um futebol-frescobol. Ah, e isso porque melhorou, e muito. Antes, nem rolar a bola rolava, era chuveirinho do meio campo todo o tempo. Pra mim, definitivamente, não dá.
Ainda bem que às 16:00 tem Real Madrid.
Aleluia.


O tempo em que as Maria-chuteiras eram 100% burras

Notícia do UOL: "Primeira namorada ainda chora quando vê Pelé na TV".
Eu também choraria vovó, eu também choraria...


Mala eterna

Da Globo.com: "Após queixas de Rubinho, Schumi é advertido pela direção de prova"
É como dizem os caras do Tianastácia, "se o cara nasce mané, cresce mané, morre mané. Mané!"


Mundial? O menor preço total!

Roberto Carlos, na gravação do "Bola da vez" da ESPN, disse que o torneio de verão de 2000 cujo campeão foi o time onde ele joga atualmente, não passava de um... torneiozinho de verão qualquer!
Juca Kfouri, que para não ser tachado de um fanático míope, brinca quando exerce tal postura, não se aguentou.
Lembrou que o lateral já disse carregar um apartamento no pulso, que é santista de coração e que é identificado com o Palmeiras. Todos argumentos com relação direta com o assunto, é bom deixar claro.
Chorou ainda um gol anulado do Corínthians no tal torneio, na partida contra o Real de Roberto Carlos.
Só faltou lembrar da meia de 2006.
Talvez seja a idade, mas é sempre triste alguém que é, ou parece ser de um nível acima, atingir um patamar tão baixo. Ainda mais por fanatismo infantil.
Juca já foi melhor.


Brasileirão - Rodada 31

Hoje apenas dois jogos: Botafogo e Vitória no Engenhão e o suculento Guarani e Atlético Goianiense em Campinas.
A pergunta que não quer calar: empatará a nona seguida, o Botafogo?
A conferir.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Curtas e Grossas - 19 de Outubro

Pena que a brincadeira é de fazer gol...

Pronto. Começou tudo de novo. Os comentaristas "Globetrotters" voltaram a atacar.
Bastaram dois dribles absolutamente improdutivos de Ronaldinho Gaúcho em que ele simplesmente após a jogada estava atrás de onde a iniciou, para pedirem ele na seleção, dizerem pela milésima vez que "ele voltou" e aberrações do gênero.
Não, ele não voltou. E aliás, não voltará. O Ronaldinho que se viu no Barcelona não se verá mais.
E a razão é simples: ele não quer. Há de se respeitar isso. Há principalmente que se enxergar isso.
Mas como diz meu ex-chefe Felipe Cardoso, futebol é uma bênção.
Qualquer imbecil que não sabe diferenciar o real valor de uma drible improdutivo, e o de uma jogada genial que resolve um jogo, tem lugar cativo nas confortáveis poltronas dos 39, e 70 da vida.
Ronaldinho foi, não é mais e nem será.
Por mais que Mano Menezes pense em convocá-lo.
E por mais que comentaristas medíocres acabem por tentar enganar você, caro leitor.
 

"Los Brunitos"

Leandro, marrento atacante do Grêmio que em quase 30 jogos pelo clube ainda não fez um mísero gol, fez uma pequena festa em seu apartamento. 
Botou som alto, ...agou e andou paras as reclamações dos vizinhos, tentou agredí-los, chutou uma porta, e ainda ameaçou de morte um deles.
A quantidade de jogadores que fazem o que querem, na hora que querem, com quem querem, e na intensidade que querem, é muito, mas muito maior do que imagina a maioria. 
O caso "Bruno" é um copo d´água em que a derradeira gota caiu, é verdade.
Mas o que tem de copo cheio quase até a borda, nesse mundo repleto de semi-analfabetos milionários que se julgam pai de Jesus Cristo, que é o meio do futebol, é uma grandeza.


G 3.333

E só pra avisar, sobre esse assunto chato que é a dúvida se é G3 ou G4.
Basta um time brasileiro ser campeão deste torneio "gabaritadíssimo" que tem potências como Santa Fé, Deportes Tolima, San José, Unión San Felipe e Universitário Sucre, para o G4 voltar a ser G3.
Ou seja, se você caro torcedor, não quer terminar o ano na humilhante situação de ter que torcer contra os fraquíssimos Palmeiras e Atlético Mineiro contra times ainda mais fracos, ignore a quarta vaga.
As chances dela não existir de fato, são enormes.

domingo, 17 de outubro de 2010

Quem será o Flamengo da vez? - Balanço da rodada 30

Cruzeiro lidera, mas não deslancha
Acredite, o título deste blog não é sobre um exemplo negativo do clube da Gávea.
Pelo contrário, a pergunta tem como objetivo deduzir quem será o time que nestas últimas oito rodadas repetirá o bonito papel rubro-negro do ano passado e arrancará para o título.
O campeonato deste ano repete o de 2009 num aspecto: a irregularidade dos pretendentes ao título mesmo com a aproximação do encerramento.
E nesta rodada, o disco não foi virado.
O líder Cruzeiro perdeu. O vice-líder Fluminense já sabendo do resultado e precisando de uma vitória para voltar à liderança, empatou sem muito desespero para vencer. O terceiro colocado Corínthians, que ruma ladeira abaixo, empatou. E os quarto e quinto lugares Santos e Internacional também perderam, sendo que o último, foi goleado de forma estranhíssima pelo Flamengo.
E aí, quem vai engatar uma quinta e partir feroz para o título?
Ainda aposto no tricolor carioca, mas com menos entusiasmo.

Bom, no sábado como disse acima, o agora razoável Flamengo venceu o absolutamente inoperante e apático campeão da Libertadores 2010.
Já virou tradição: clube brasileiro campeão da Libertadores desiste de disputar o título do campeonato nacional com a desculpa de que está com a cabeça no Mundial.
Esperava algo um pouco diferente de um clube que nos últimos serviu de exemplo em diversos aspectos no que tange a administração.
Mas que nada, segundo repórteres gaúchos na próxima partida, que será o clássico contra o Grêmio, o Inter já escalará time misto, o que deverá ocorrer até o fim do campeonato.
A partida de ontem do Colorado aliás foi patética, sem um pingo de brio, o que acabou resultando numa vitória impensável do Flamengo que acabará por iludir a massa rubro-negra, como se a equipe tivesse feito uma grande partida. Não, não fez.

Em Curitiba, o Furacão venceu o Goiás. O primeiro está agora a apenas quatro pontos da Libertadores, e o segundo, cada vez mais perto da degola. Parece que o promissor Jorginho apostou alto demais.

Hoje, o irregularíssimo Vitória voltou a vencer. A tabela ajudou, pegou em casa o já rebaixado Barueri/Prudente/Anoquevemoqueserá?.

A partida de ontem do Colorado foi patética, sem um pingo de brio, o que acabou resultando numa vitória impensável do Flamengo que acabará por iludir a massa rubro-negra, como se a equipe tivesse feito uma grande partida. Não, acredite, não fez.

O Vasco, que não teve PC à beira do campo após o treinador ter passado mal, perdeu para o Atlético Goianiense do sempre empolgado Renê Simões, que finalmente tirou o time da zona de rebaixamento. Se o campeonato acabasse hoje, a promessa que fez estaria cumprida.

O Galo também venceu em casa, no caso o Avaí, e agora está apenas um ponto atrás do primeiro colocado acima da zona maldita, o xará de Goiás.
 Não sei, algo me diz que no fim, não vai dar pro Galo. Tomara que esteja errado.O Avaí por sua vez, segue tentando ajudá-lo, e está cada vez mais perto da Série B 2011.

O Grêmio de São Renato Portaluppi, venceu mais uma, desta vez o líder do campeonato com mais um gol do artilheiro Jonas. Tem agora 46 pontos junto com o Atlético do Paraná e poderá brigar por uma vaga na Libertadores 2011, principalmente pela queda do Corínthians.

Por falar no Timão, mais um jogo sem vitória. Desta vez empate zerado com o fraco e esforçado Guarani, fora de casa. O Corínthians teve dois gols erroneamente anulados, o que significa que o juiz do jogo está perdoado pelos próximos cem anos.

Botafogo e Fluminense fizeram um jogo bem pior do que se esperava, já que um briga pelo título e o outro sonha com a Libertadores.
Se o "Glorioso" não faz mais, pela falta do craque do timeMaicosuel, o Flu não tem desculpa. Há alguns jogos pratica um futebolzinho pequeno, estranhamente sem gana, brio, e como já disse em outro post, nem de longe honrando o grito de "Guerreiros" que a torcida ainda insiste em gritar em apoio à eles.

São Paulo e Santos ao contrário fizeram um bom jogo, com um início arrasador de ambos, que marcaram cinco gols nos primeiros vinte minutos. No fim, vitória suada do tricolor paulista por 4 a 3, que deixa o clube ainda sonhando com a Libertadores, e o rival lamentando ter perdido a oportunidade de ficar à apenas três pontos da liderança.

Palmeiras e Ceará empataram em 1 a 1, e o único destaque que parece mais relevante, é que o novo "Neto"  Marcos Assunção fez mais um gol de falta.

Entrevista do Carvalho - Edição de 16 de Outubro de 2010 - LUIZ PENIDO


Há apenas 54 dias, você que gosta, acompanha, e procura boas fontes sobre futebol, ganhou uma opção.
Uma opção ácida, diferente, e porque não dizer, inovadora até.
Um blog que além de opinar - como o próprio nome já diz - dá espaço para que, quem faz o futebol também possa emitir suas opiniões.
Opiniões das quais aliás, como quaisquer outras, você pode concordar ou discordar.
Mas que inegavelmente, são de quem está do lado de dentro do complexo mundo, do dentro de campo tão simples, futebol.
Hoje, Luiz Penido, narrador mais ouvido no Rio de Janeiro atualmente, é mais um a emitir suas análises aqui no "Opinião do Carvalho".
Análises de quem normalmente "apenas relata".
Relatos que você normalmente só ouve.

Abaixo, as duas partes da entrevista.

E sábado que vem, você já sabe, tem mais.


video

  video

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Curtas e Grossas - 13 de Outubro



* Notícia de alguns dias atrás na Globo.com: "Confiando no seu taco, Ronaldo luso se diz melhor em todos os aspectos"
Fonte: Revista "Esporte Portugays"

* Outra de lá: "Ex-namorada de Richarlyson diz ter sido agredida pelo goleiro Felipe"
Raciocine.
Faz sentido.
 
* Manchete do Lance: "Parreira: "Eu não recusei o Timão." - Treinador justifica não ter aceitado o convite em função de promessa à sua família"
Deus segue olhando pelo Corínthians. Ter um técnico que acha que recusar é diferente de não aceitar, talvez não fosse a melhor opção.

* Kaká estaria pensando em sair da igreja "Renascer em Cristo" por discordar de sua administração.
Felizmente, o discernimento e a rapidez de raciocínio de Kaká fora de campo não é equivalente ao que possui em sua vida pessoal.

* Hoje tem Vasco contra Corínthians em São Januário, e o Santos pegando o Internacional na Vila Belmiro.
No jogo do Rio, o time paulista luta para não perder de vista o líder Cruzeiro e  não ceder o terceiro lugar ao Inter, no caso de vitória do Colorado na Vila e de derrota do Timão para o Vasco. Já o Vasco, luta pela dignidade. Com chances desprezíveis de se classificar para a Libertadores e razoavelmente longe da zona de rebaixamento, sua vitória é mais importante para o Fluminense do que para ele mesmo.
Em Santos, o jogo só vale pela difícil luta rumo ao título. Se der Santos, ele fica seis pontos atrás do líder. Se der Inter, fica quatro.
Os dois times porém tem muitos desfalques, e jogador para desequilibrar mesmo, só Neymar.
É isso, o Vasco jogando de tricolor, e Inter e Santo decidindo quem ainda continuará sonhando com o título.
Até mais tarde.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Sele-sono de futebol

 

Se a minha relação com meu clube se esfriou com o tempo, devido à ene razões, com a seleção então por mais fatores ainda a relação raramente foge ao gelo.
Por esse motivo, admiro muito a empolgação de quem consegue sentar em frente à TV numa tarde de um dia útil, com a finalidade de ver um jogo que não vale nada, contra uma outra seleção que não joga rigorosamente nada.
Honestamente, verificar o que o ainda muito tímido Philipe Coutinho(embora muitos digam que está fazendo horrores na Inter de Milão, fato que não corroboro), consegue fazer num jogo desses não me interessa nem um pouco.
Ver Robinho dando passes geniais para gols espetaculares como o de Daniel Alves ontem, sou sincero, também não.
E as razões são tão numerosas quanto simples.
Porque o próximo campeonato que interessa - mesmo que seja bem menos que a Copa do Mundo de 14 - só se dará daqui há quase dois anos; porque como já disse os jogos não valem nada; porque os jogadores por saberem que os jogos não valem nada não se esforçam ao máximo; porque o adversário é lamentável, e etc, etc, etc.
Ah, porque a babação de ovo em cima de Mano Menezes - por parte do órgão de imprensa que havia perdido os privilégios nos últimos quatro anos - me dá náuseas.
Babação como a que vi agora há pouco no "Baba Amigos" por exemplo, quando o apresentador com ares de quem vai revelar o assassino de Odete Roitman há vinte e dois anos atrás, pergunta para todos no estúdio qual foi o último técnico da seleção brasileira que venceu os três primeiros jogos sob seu comando.
Pra terminar, parabéns ao Pato pela inovação na comemoração de seu gol, fingindo atirar em todos à sua frente.
Jogador de futebol: raros são os que não tem o cérebro no pé.

domingo, 10 de outubro de 2010

Balanço da rodada 29 - Parcial

Wellington Paulista definiu: Cruzeiro é o novo líder
Rodada pessimamente planejada com quatro jogos interessantíssimos(além de Goiás e Vitória) marcados no mesmo horário.
Pior só para os jornalistas cariocas, que tiveram que se dividir em três, sendo que no horário das 18:30, nenhum time da cidade joga.
O resultado é que se tenta ver todos, e não se vê com extrema atenção nenhum deles. De qualquer forma, viva o canal mosaico.

No Engenhão, Botafogo e Palmeiras não saíram do zero.
O Botafogo perdeu mais uma oportunidade em casa de se aproximar da Libertadores(se vencesse, ficaria à três pontos do terceiro colocado), e completou a incrível marca de sete empates consecutivos e oito jogos sem vencer. Com mais um empate, segura o Vasco que havia desgarrado ontem, ao conseguir com muito esforço mais um diante do Grêmio, e volta a dividir a co-liderança do quesito com o time de PC. Agora, cada um tem quatorze.
O jogo teve dois destaques: O pênalti perdido por Loco Abreu aos oito do primeiro tempo que poderia ter dado a vitória ao Botafogo, e a enésima boçalidade de Kléber, ótimo atacante e disparado o maior imbecil do futebol brasileiro em muito tempo, que no últimos instantes do jogo, deu uma cotovelada no adversário. Caso seja feito um tratamento neste rapaz, a primeira medida deveria ser o eletrochoque. Só para começar.

Em Minas, O Cruzeiro assumiu a liderança do campeonato ao vencer o Fluminense por 1 a 0.
Wellington Paulista, que marcou o gol da vitória, ainda mandou uma na trave.
O Flu, cada vez mais deixa claro duas coisas: é um time muito irregular, e não lembra nem de longe o de um ano atrás que motivou o apelido de "Guerreiro" por parte dor torcedores.
Ah, Deco, aquele que ganha mais de setecentos mil reais por mês e que por este motivo motivou um aumento salarial em cadeia dos outros craques do time, e também, que em doze jogos fez um gol e deu duas assistências, se machucou.
De novo.
Mas nada grave. Daqui a um mês, seis jogos fora depois, voltará.
Ah, Belleti, candidatíssimo à contratação mais sem sentido do ano, e que é outro com salário altíssimo, entrou no final do jogo e nada fez.
Destaque ainda para Rodriguinho, que perdeu gol inacreditável, debaixo do travessão.

Na ressacada, empate em 2 a 2 num jogo em que, pelo primeiro tempo o Flamengo poderia ter vencido fácil, e pelo segundo, merecia ter perdido para o Avaí.
Destaque importante para a expulsão de Léo Moura, que completava seu 300º jogo pelo Fla, e que acabou prejudicando muito o time no início do segundo tempo.
Val Baiano, acreditem, em dois minutos fez os dois gols rubro-negros.

Já no Pacaembu, Deus mostrou que descansa mas não dorme.
Mesmo tendo saído atrás, o Atlético Goianiense de Renê Simões deu de quatro no "único time que já vem um pênalti grátis"!
Resultado: TV Globo, TV Bandeirantes, Sportv, comissão de arbitragem, todos de luto.
Ah, mais um também de luto: são 18:52 e a Globo.com informa que Adílson Batista pediu demissão do Corínthians.
Esse é o preço que se paga por acreditar que seu time, é o que a mídia diz.

sábado, 9 de outubro de 2010

Entrevista do Carvalho - Edição de 09 de Outubro de 2010 - WASHINGTON RODRIGUES

, FlamengoA "Entrevista do Carvalho" deste sábado é com o maior comentarista do Brasil e um ícone do rádio.
Washington Rodrigues, 74 anos de idade, 48 de profissão, e já 11 de Rádio Tupi.
Ele fala da profissão, da concorrência com o amigo José Carlos Araújo, das passagens pelo Flamengo, da briga com Romário e muito mais.
Abaixo, ele, o Velho Apolo!

1ª Parte

video
2ª Parte

video
Ultima Parte

video

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Balanço da rodada 28

O folclórico, o craque e o futuro: os três ajudaram o Fla hoje 
 
O temporal que caiu em São Paulo hoje, a chuva de granizo em Brasília e o céu ameaçador do Rio eram prenúncios claros do que estava pra acontecer.

Flamengo vence. O time de Vanderlei Luxemburgo vence. Val Baiano faz gol.
É uma espécie de cometa Halley do futebol, daqui a 76 anos acontece de novo.
Mas vamos ao jogo: Pet não tem mais condições de jogar profissionalmente. Seja entrando desde o início, seja entrando durante o jogo, é mais um. Pior, mais um sem brilho, que toca pro lado, e que erra passes demais.
Aliás, é este o principal problema do time, a quantidade abissal de passe errados que deixa a equipe na primeira colocação no quesito neste campeonato.

Seguindo, como já disse há algumas rodadas, pensar em comparar Diego Maurício com o péssimo Diogo é provocação ou demência. Diogo é um dos piores atacantes que passaram recentemente pelo clube da Gávea. É comparável à Borja, sem exagero algum. Deivid é mais uma catastrófica contratação do antigo diretor. Contratação que mostra na prática, como são feitas a imensa maioria delas no nosso futebol: pelo nome, pelo "eu acho", pelo "ele fez muitos gols naquele campeonato então é bom".

Deivid, como já mencionei anteriormente, estava na reserva desde Novembro passado na Turquia.
Está nitidamente na curva descendente da carreira. Pode melhorar, é até provável que isso aconteça, mas não voltará a ser o jogador que foi aos 23, 24 anos. E o principal, pelo momento que passava, NÃO era indicado para ser contratado, pois se estava mal na Turquia, estaria mal também no Brasil!

Enfim, o time jogou pessimamente, melhorando apenas um pouco quando fez o segundo gol, já que o adversário se desesperou e saiu para o ataque de maneira desorganizada.
Além de Diego, destaque também para o sempre bom Léo Moura.

No Pacaembu,o Palmeiras parece engrenar finalmente nas mãos de Felipão mesmo com o elenco apenas razoável que possui. Goleou por 4 a 1 com dois gols do "craque" Valdívia, um deles por sinal um golaço de rara felicidade.
Como disse no post da tarde, o alviverde com a vitória ainda sonha com a Libertadores, caso é claro a quarta vaga volte a existir.

E no Serra Dourada, o Cruzeiro entrou na parada pra valer. Venceu, passou a segundo, e se vencer o irregular Fluminense assume a liderança.

Resultado dos meus prognósticos na rodada: 7 em 10.

Como eu digo sempre, há piores.

Abraço! 

28ª Rodada - O que vai dar? - Continuação

O Fla reestréia Luxemburgo hoje no clássico da fuga do rebaixamento contra o Atlético de Goiás.
O Fla que nos últimos dez jogos com o treinador do Zico ganhou um.
O Atlético que se vencer, e o Avaí perder para o Palmeiras em São Paulo, sai da zona de rebaixamento.
Acho que dá Flamengo. Acho.

Goiás e Cruzeiro pode ser o jogo da arrancada do time mineiro. Moralmente, seria muito importante passar ao segundo lugar na tabela, ainda mais se considerarmos que o próximo jogo é contra o líder em casa no Domingo. Ou seja, o Cruzeiro joga por duas vitórias nos dois próximos jogos para às 18:00 de Domingo ser líder do campeonato.
É o jogo para se conhecer até onde pode ir esse Cruzeiro. Eu acho que pode ir mais longe. Dá ele.

No Pacaembu, o Palmeiras luta para vencer e manter mesmo que de forma tímida as esperanças de ainda sonhar com uma vaga para a Libertadores do ano que vem, caso a CBF reconquiste a vaga que foi tirada do país. O Avaí anda irregular, mais mal que bem. Deve dar Porco. 

Não é possível...

"Botafogo pode perder Herrera até o fim do ano"

PQP! Resolveu dar um pulinho no ataque?

Curtas e Grossas de 5 de Outubro:

"* E a "zica" alvinegra que já tirou Maicosuel do campeonato, resolveu passear pela defesa: Fábio Ferreira fará cia ao "Mago" nos jogos de Gamão vespertinos em Gal. Severiano.
Aliás, a "zica" segue atenta também aos currículos dos jogadores: Jorge Henrique, o bom atacante do Timão que pensa que é ótimo, também poderá participar das pelejas acima, nem que seja via internet. Ziquinha vasculhou, vasculhou, e viu que o atleta tinha passado pelo Fogão. Resultado: como diria o alterado Fernando Vanucci, relaxa JH, 2011 é logo ali!"

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Balanço da rodada 28 - Parcial


Segunda rodada seguida em que os melhores colocados não vencem.
Nessa então foi ainda pior: Fluminense, Corínthians e Internacional perderam seus jogos. Mas contaram mais uma vez com as solidárias atuações dos times que vêm de trás e permanecem em suas colocações.

É importante lembrar que o Cruzeiro joga amanhã em Goiás e vencendo, assume a vice-liderança do campeonato, deixando o time paulista em terceiro. Se bem que do jeito que as coisas estão...
É só analisar: 
O líder nas últimas duas rodadas acumulou um empate e uma derrota.
O vice vem de duas derrotas e dois empates.
O Cruzeiro nos últimos três jogos venceu um, empatou outro e foi goleado em outro.
E o Inter perdeu dois nos três últimos.
Encontrar uma mesma justificativa para as fases irregulares dos quatro melhores times do campeonato não é fácil.
Nenhum deles por exemplo está sem seu principal jogador.
O Cruzeiro tem nesta quinta portanto, ao enfrentar o segundo pior time do campeonato, uma ótima chance de ser o primeiro a largar numa arrancada final para conquistar o título. Coisa que numa situação muito mais adversa, o Flamengo conseguiu no ano passado.

No jogo do Flu, o de sempre. Quando Conca não resolve ou não obriga alguém a resolver(colocando na cara do gol), as possibilidades da equipe diminuem muito. Com o sério desfalque de Mariano então, piorou.
O Santos que tem qualidade, se aproveitou dos contra-ataques oferecidos e matou o jogo. 
Detalhe 1: a nova alcunha que a criativa imprensa paulista criou para o artilheiro do jogo: Zé Love. Difícil imaginar a razão...
Detalhe 2: O tempo é o senhor da razão. Fred menos de quinze minutos após voltar a jogar, depois de um afastamento de setenta dias, sentiu a mesma panturrilha que o afastou dos campos. Segundo o médico atual do clube, apenas falta de sorte. A "nova" contusão não teria nenhuma relação com a antiga.
Dr. Michael Simoni vai dormir hoje o sono não só dos justos mas também dos justiçados.

O Corínthians, que muitos tentam (dia sim e o outro também) fazer você crer que é o melhor time do Brasil, mostra mais uma vez que não o é. Isso para não falar de Jucilei, que alguns desvairados que já chegaram ao grau máximo da esquizofrenia, afirmam ser craque. Mas isso fica para depois, porque eu me conheço e sei que uma argumentação sobre esse assunto me levaria a atual campeã do mundo e todo o processo não seria curto. O Galo venceu de virada por 2 a 1 e respira.

Já o Inter, perdeu para o Ceará lá em Fortaleza e segue tentando não admitir o óbvio: que está a passeio no campeonato. Seria ótimo para o campeonato se não estivesse, mas está.

O Grêmio como eu previ massacrou o lamentável time do Barueri/Prudente, mas o destaque do jogo foi talvez seu último lance: Jonas, artilheiro do campeonato disparado depois dos três gols de hoje, recebe sozinho, dribla o goleiro, chuta pra fora e presta um serviço aos que não sabem diferenciar um artilheiro de um craque. Parece óbvio, mas muitos não entendem. Quando puder ver o lance, imagine Romário concluindo o mesmo e imaginem se ele teria o mesmo desespero e falta de frieza que o centroavante do Grêmio teve para finalizar.

O São Paulo venceu o cada vez mais candidato a cair, Vitória por 2 a 0.

Guarani e Botafogo empataram em 1 a 1, e o alvinegro foi, acredite se quiser, o único carioca a não perder lá.

Furacão e Vasco terminaram como iniciaram, e quem colocou um defensor de cada time no Cartola deve estar dando pulos de alegria pelos 10 pontos de bônus que obteve. Que sorte que alguns têm...

Hoje à noite o desespero vestirá rubro-negro em Volta Redonda, O Cruzeiro terá que vencer se realmente quer ganhar o título e o Palmeiras jogará para confirmar a boa fase.
Inté.

28ª Rodada - O que vai dar?

Penúltima rodada de meio de semana do brasileirão(a última será no dia 3 de Novembro), a 28ª rodada tem boas chances de quando acabar ter o líder ainda mais líder.

O Fluminense, que perdeu a chance de disparar no jogo contra o fraquíssimo Grêmio "sei lá o quê", pega o Santos no Engenhão com os desfalques de Mariano, Deco e Diguinho. Desses, Mariano é o que fará mais falta, por ser um dos três principais atacantes do time no momento. É isso mesmo, atacante. Mariano vem fazendo gols e dando passes importantíssimos para gols de companheiros e não à toa, serve à seleção. Mas mesmo assim, deve dar Flu, pois o Santos do todo poderoso Neymar, não é nem sombra daquele do primeiro semestre e vem cumprindo tabela no campeonato.

No Olímpico, confronto de "Grêmios". O verdadeiro e o dos pobres. Barbada da rodada, o original com o artilheiro do campeonato em ótima forma, em condições normais deve até golear, coisa que fez até fora de casa na última rodada contra o desequilibrado Vitória.

O Fogão que vem de cinco empates e os três últimos em 1 a 1, pega o Guarani fora. Lá no Brinco de Ouro, o Fla perdeu, o Vasco perdeu, e até o Flu perdeu. Jogo teoricamente complicado, empate pode não ser ruim. Vou nele.

O tricolor paulista vem de péssimos resultados, de técnico novo e com vários desfalques. Não terá por exemplo um homem de área, e jogará com Dagoberto e Fernandinho na frente. Mas do outro lado estará o Vitória que está muito mal. Não deve ser fácil, mas por jogar em casa e até pela famosa "alegria" provocada pela chegada de um novo treinador, dá São Paulo.

As lembranças dos vascaínos na Arena da Baixada não são da mais bonitas. O Atlético que faz ótima campanha começa a ver hoje como ficará sem Carpegianni que fez ótimo trabalho. O Furacão lá é indigesto, mas pela garra nos últimos jogos, o Vasco pode conseguir um empate.

Preocupado em não deixar o líder se distanciar, o vice Corínthians pega o problemático Galo na Arena do Jacaré. O Galo por sua vez, entra em campo sabendo que mesmo ganhando, não sai da zona de rebaixamento na rodada. Apesar dos "Edus", "Paulos Andrés" e "Alessandros" da vida, e considerando que o Galo perdeu oito em treze jogos em casa, dá Timão.

O Ceará que pega o Inter hoje em Fortaleza, jogou muito bem contra o Corínthians sábado e podia inclusive ter goleado. O campeão sul americano vem jogando pro gasto e sempre com desfalques. Mas deve dar Inter.
BlogBlogs.Com.Br